São Miguel: Autarquia solicita encontro com ministro da Agricultura para conhecer os meandros do processo da Barragem de Principal

 

Calheta, 28 Jun (Inforpress)- A Câmara Municipal de São Miguel já solicitou um encontro com o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, para conhecer ao pormenor os meandros do processo da construção da Barragem de Principal, no interior da Ilha de Santiago.

Na sequência do anuncio feito, na segunda-feira, pelo ministro Gilberto Silva, no Parlamento, de que há estudos preliminares que apontam se se deve continuar ou não com as obras de construção da barragem da Ribeira de Principal, várias entidades, entre os deputados nacionais, municipais e associação local, reagiram através de vários meios demonstrando a sua apreensão e descontentamento com a eventual paragem do empreendimento.

Diante dessa situação, a Câmara Municipal, através de um comunicado enviado à Inforpress, tranquiliza as pessoas de que “não há uma decisão do governo em suspender as obras”, informando, entretanto, que vão se reunir com o Governo para se inteiraram da real da situação.

“A obra não está suspensa, apenas alguns especialistas defendem que se deve avaliar com mais profundidade o assunto. Estamos serenos e confiamos no executivo cabo-verdiano, assim como estamos firmes na defesa dos interesses micaelenses”, lê-se no comunicado.

A obra para a construção da barragem e da estrada de penetração na Ribeira de Principal, enquadrada no “Projecto de Ordenamento das Bacias Hidrográficas de Flamengos e Principal”, decorre deste Março de 2014 e, neste momento, cerca de 50 por cento da obra já foi executada, segundo o presidente da Associação Agro Hortelã e Principal, Nasolino Miranda.

O projecto foi financiado pelo BADEA (Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico em África), através de um acordo de empréstimo no valor de 10 milhões de dólares (mais de um milhão de contos)

AM/JMV

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos