São Lourenço dos Órgãos: Vários factores provocam aumento da covid no concelho – Centro de Saúde

João Teves, 24 Out (Inforpress) – Os casos do novo coronavírus têm vindo a aumentar, nas últimas semanas, no concelho de São Lourenço dos Órgãos, no interior da ilha de Santiago, onde foram registados até agora 98 casos, 15 activos, 83 recuperados e um óbito.

Segundo a directora do Centro de Saúde de João Teves, Ariana Moreno, vários factores contribuíram para este aumento, entre eles o número significativo de pessoas (muitas vindas de outros concelhos) que procuram se refrescar nas cachoeiras, o ajuntamento dos activistas na campanha eleitoral e o facto de algumas pessoas não cumprirem com as normais sanitárias quanto ao uso de máscara, lavagem constante das mãos e evitar aglomerações.

“Este número é significativo e muitos casos são assintomáticos, o que gera preocupações por termos muitos portadores a circular com a doença e com largas probabilidades de a transmitir às pessoas idosas, doentes cardiovasculares e outras pessoas de riscos. A maioria desses pacientes dizem ter-se contaminado nas cachoeiras”, precisou Ariana Moreno.

A única solução para evitar contaminações é cumprir com a quarentena, evitar aglomerados e lavar as mãos várias vezes ao dia.

“O combate à doença não depende apenas do sistema de saúde e o sucesso na batalha vai depender do que cada um de nós fizer das recomendações das autoridades sanitárias”, afirmou a mesma fonte, para revelar que a doença mais frequente é a hipertensão arterial.

O Centro de Saúde de João Teves está guarnecido por dois médicos, um dos quais é a directora, sete enfermeiros, reforçados por mais dois contratados, no quadro da pandemia.

O sistema sanitário do concelho, defende, necessita de mais Unidades Sanitárias de Base e agentes sanitários que fazem o trabalho junto às comunidades e com capacidade de sensibilizar a população sobre a higiene necessária para o combate ao coronavírus.

Em São Lourenço dos Órgãos está já na fase final um novo centro de saúde e seu apetrechamento em equipamento e materiais. Isto porque, o actual edifício é “velho e exíguo” para as necessidades de um concelho em expansão populacional.

Os laurentinos vão a votos este domingo, 25, para a escolha dos presidentes da câmara e assembleia municipais, que vão tomar as rédeas do município nos próximos quatro anos.

Para a presidência da câmara municipal concorrem dois candidatos, sendo Carlos Vasconcelos do Movimento para a Democracia (MpD), que concorre à sua própria sucessão, e António Fernandes do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV).

No concelho de São Lourenço dos Órgãos estão inscritos nos cadernos eleitorais 5.746 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 5.268, dos quais 4.099 votaram).

AT/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos