São João Baptista/Brava: Bote ao Mastro e passagem da bandeira encerram actividades do santo padroeiro

Nova Sintra, 24 Jun (Inforpress) – As actividades alusivas às festividades de São João Baptista, padroeiro da ilha Brava, culminaram-se hoje, no final do dia, com o bote ao “mastro” e a passagem da bandeira para o próximo festeiro.

Por volta das 17:00 a bandeira veio em cortejo para o Cutelo, onde é feito o “mastro” para todas as festas de bandeira de Santo António, São João Baptista e São Pedro, com coladeiras, tamboreiros e, ao pé do “mastro” já se encontrava uma multidão para dar o bote.

O bote não é “nada mais, nada menos” do que cada um subir ou alcançar o “mastro” e pegar o que conseguir, seja manga, banana, pão ou côco, dependendo do que estiver no “mastro” e dentro de minutos, maioria das crianças, jovens e mesmo adultos se encontravam na posse de alguma das oferendas colocadas no dito “mastro”.

Depois do bote, a bandeira fez uma volta e o festeiro deste ano, a Câmara Municipal da Brava fez a entrega da bandeira ao munícipe Anildo Vaz, natural de Cova Rodela, mas residente nos Estados Unidos da América.

Segundo Anildo Vaz, esta bandeira é uma promessa que fez há quatro anos e hoje tomou-a para festejar no próximo ano juntamente com a família e amigos.

Em declarações à Inforpress, o presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, fez um balanço “extremamente positivo”, realçando que dois anos após a paragem, na retoma conseguiram atingir os objectivos traçados e cumprir a tradição como era de costume.

Este ano, já tinha anunciado que a câmara municipal não assumiria a bandeira, pois assim vai-se acabar por institucionalizar algo que faz parte da cultura bravense e deve ser festejada pelo público.

Felicitou o festeiro que assumiu a bandeira para o próximo ano, comprometendo-se a apoiá-lo no que for necessário, reforçando que há também a associação Amisandjon que possui como missão não deixar a tradição morrer.

MC/HF

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos