Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Filipe: Câmara disponibiliza equipamentos aos nadadores/salvadores

São Filipe, 07 Jun (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Filipe procedeu hoje à abertura da época balnear com a entrega de um conjunto de materiais e equipamentos aos oito nadadores/salvadores e a assinatura do contrato de prestação de serviço durante quatro meses.

Assim a partir de agora as três principais praias balneares do município de São Filipe, Salinas (norte), Marmulano (Vale dos Cavaleiros) e Fonte Vila, passam a estar vigiadas, sobretudo aos fins-de-semana e feriados com a presença dos nadadores/salvadores para garantir segurança aos banhistas.

Apesar do estado de calamidade que vigora no país, as praias balneares do município não estão enceradas e, por isso, segundo o vereador pela área de Protecção Civil, Euclides Fernandes, a câmara, juntamente com a delegação do Instituto Marítimo Portuário (IMP) mobilizou, pelo menos, três empresários locais, que financiaram a aquisição dos equipamentos e matérias para que os nadadores tenham os meios, mínimos, para garantir o patrulhamento das praias.

O presidente da câmara, Nuías Silva, que presidiu a cerimónia de entrega dos materiais e equipamentos, disse que o momento “é simbólico, mas de grande importância”, porque durante a época balnear os nadadores vão fazer o patrulhamento das praias e garantir maior segurança e comodidade aos banhistas.

O autarca referiu que se está num momento atípico devido a pandemia da covid-19, mas como as praias não estão encerradas, elas demandam uma atenção especial, não só de segurança balnear, mas também no cumprimento de normas sanitárias vigentes para evitar a propagação da doença.

“São matérias e equipamentos, mínimos, para desenvolver as actividades, mas temos um compromisso forte para a próxima época balnear, vamos trabalhar de forma mais integrada com outros intervenientes, como a Polícia Nacional, o Ministério do Ambiente para que a questão do salvamento aquático e patrulhamento da costa seja mais abrangente do que apenas o salvamento”, disse Nuías Silva.

Segundo Nuías Silva é preciso ter em conta questões como a protecção da biodiversidade, saneamento do meio, a ordem pública e, neste aspecto, os nadadores/salvadores aparecem como elemento fulcral.

“Queremos trabalhar e ter uma ambição maior para a próxima época balnear, com um plano e com equipamentos mais modernos e adaptamos”, advogou, prometendo mobilizar empresários locais e a comunidade emigrada para aquisição de equipamentos como motos quatro rodas e motos de mar (jet ski).

Questionado se não se trata de um sonho, Nuías Silva disse que é um sonhador que corre atrás dos sonhos para concretizá-los e, por isso, mostrou-se convicto da sua materialização no próximo ano.

O presidente da câmara, que não inclui na lista dos equipamentos para o próximo ano, por exemplo, a aquisição de uma embarcação para apoiar nadadores/salvadores, mas admitiu que é uma questão que está na pauta para os próximos anos, sublinhando que se houver o engajamento da diáspora e a questão de pandemia permitir a retoma de alguma cooperação bilateral é possível ter este equipamento.

“Por enquanto vamos concentrar em dar-lhes os instrumentos de mobilidade no mar e na terra para o patrulhamento e estarem mais perto dos banhistas”, referiu Nuías Silva, salientando que a ideia é ter dois nadadores/salvadores.

Aos nadadores/salvadores será atribuída uma gratificação mensal de 15 mil escudos, mas o presidente comprometeu-se em dialogar com os proprietários das piscinas a necessidade de terem presentes nadadores, o que permitirá à classe ter uma ocupação durante mais tempo.

A gratificação dos nadadores/salvadores e os materiais e equipamentos disponibilizados representam um custo na ordem dos 700 mil escudos.

O delegado do IMP, Victor Mendes, destacou a “boa parceria” institucional existente e que traduziu na aquisição dos equipamentos e na vigilância das praias durante a época balnear.

JR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos