São Filipe: Apanha de areia na praia de Fonte Bila continua vedada duas semanas depois do anúncio da sua liberalização

 

São Filipe, 11 Jul (Inforpress) – A apanha de areia na praia de Fonte Bila continua interditada, apesar do anúncio, há duas semanas, pelo edil de São Filipe, da sua liberalização temporária, para poder abastecer o mercado e garantir a retoma do sector da construção civil.

O anúncio da liberalização temporária da apanha de areia criou nos camionistas, trabalhadores e empresas de construção civil algumas expectativas e durante a semana passada as pessoas espreitavam pela autorização neste sentido.

Esta segunda-feira, a Inforpress tentou junto do delegado da Agência Marítima Portuária (AMP) em São Filipe, Marino Rodrigues, obter informações se existe uma decisão para a reabertura temporária da apanha de areia e qual o “timing” da sua duração, mas este responsável remeteu-nos para a Direcção Nacional do Ambiente, instituição com competência para determinar sobre esta matéria.

Segundo Marino Rodrigues, a proibição de apanha de areia na praia de Fonte Bila é uma decisão da Direcção Nacional do Ambiente, do Ministério do Ambiente, indicando que as instruções que dispõe é no sentido das questões da apanha da areia ser canalizadas para esta instituição.

Tendo em conta a época de desova de tartarugas marinhas e sendo a praia de Fonte Bila muito frequentada pelas tartarugas nesta época do ano, o mais provável é que a Direcção Nacional do Ambiente mantenha a proibição de apanha de areia nesta praia, contrariando o anúncio do edil de São Filipe de uma reabertura temporária.

A quando do anuncio, o edil Jorge Nogueira deixou entender que a proibição foi decretada por uma resolução do Conselho de Ministros, mas que havia alguma excepção e foi com base nisso que previa a reabertura por um período que permitisse abastecer o mercado de construção civil.

O edil está consciente de que a problemática de inertes não deve ser resolvida de forma pontual, mas sim de “modo estruturante e definitivo”.

A Inforpress sabe que dois empresários, um para importação de areia e outro para transformação mecânica, estão a preparar investimentos neste sector.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos