Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Domingos: Igreja de Nossa Senhora da Luz já é património nacional – Governo (c/áudio)

Cidade da Praia, 22 Ago (Inforpress) –  A Igreja de Nossa Senhora da Luz, na localidade de Alcatraz, em São Domingos, cujas chaves foram entregues hoje pelo Governo à Igreja Católica, já foi elevada a património nacional.

A informação foi avançada hoje à imprensa, pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, minutos antes da entrega das chaves da Igreja Nossa Senhora da Luz, que foi reabilita no quadro do Plano Nacional de Reabilitação dos Edifícios Históricos e Religiosos, traçado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do Instituto do Património Cultural (IPC).

Segundo o governante, hoje é um dia histórico, não só por terem reabilitado uma igreja quinhentista com o mesmo valor patrimonial da Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Cidade Velha, e a Igreja de Santiago Maior, em Santa Cruz, mas pela sua elevação a património nacional.

“É um dia histórico porque a recuperamos e elevamos a sua condição anterior, pois ela sofreu muitas alterações que a danificou e diminuiu o seu valor patrimonial. É uma igreja especial porque houve coragem por parte da Igreja em deixar o IPC a desconstruir o que foi errado ao longo do tempo, mas também é um dia histórico porque já está assinado o despacho que eleva Alcatraz e a igreja a património nacional”, afirmou.

Esta elevação, acentuou, aumenta ainda mais a responsabilidade por parte da igreja e por parte do Estado na continuidade da sua conservação.

Muito mais que ser uma obra que será “uma mais valia para o turismo religioso”, Abraão Vicente assegurou que é “importante” para a própria comunidade, devido à requalificação que foi feita nessa zona.

Já no quesito turismo religioso, o mesmo acredita que será um ponto de paragem obrigatório, assim como todas as outras igrejas reabilitadas, e ainda poderá contribuir para fazer circular a economia.

“Numa primeira fase, principalmente nessa fase de recuperação da pandemia, contamos que essa igreja e esse património que está a ser reabilitado ponham um pouco a economia interna a circular”, ajuntou.

O padre Alexandre Lopes, que esteve à frente desta igreja há seis anos e que agora está na paróquia Imaculada Conceição, na cidade da Praia, demonstrou a sua satisfação em ter uma igreja nova, visto que a sua restauração foi uma luta de vários anos.

“A igreja estava numa fase bastante degradada e graças a essa parceria com o Governo conseguimos esse restauro e hoje temos conforto e um lugar para celebrar baptismo, casamento, e eucaristia, apesar da sua dimensão”, enalteceu.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de São Domingos, Clemente Garcia, considerou que com esta reabilitação vão impulsionar o turismo religioso, histórico e cultural do seu município.

Nos próximos tempos, adiantou, vão edificar nas redondezas um Centro Interpretativo para preservar toda a memória histórica desta igreja, que, segundo os pesquisadores, é uma das igrejas mais antigas de Cabo Verde.

“Se não fosse essa situação pandémica, neste momento já tínhamos concluído porque estamos a trabalhar em articulação com os arqueólogos de Cambridge (Inglaterra). Eles estiveram cá no ano passado e fizeram boa parte da escavação, falta concluir o trabalho, mas estamos a aguardar isso, e esperamos passar essa fase e retomar proximamente”, informou.

As obras de reabilitação dessa igreja tiveram lugar em Setembro de 2019 e durante 10 meses foram feitas a substituição total da cobertura, pela construção de um lavabo, reboco total (interior e exterior), substituição do piso, instalação eléctrica, carpintaria (portas e janelas) e a ornamentação exterior, com a construção de canteiros para as plantas e calcetamento.

Ainda foi feita a demolição de uma nova construção que ficava ao lado da igreja e que incluía palco, sacristia.

Esta obra financiada pelo Governo, no valor de 18 mil contos, através do Eixo IV do Programa de Reabilitação, Requalificação e Acessibilidades (PRRA), é um espaço de peregrinação durante o ano e, principalmente, a 08 de Setembro, data comemorativa da santa padroeira.

AM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos