São Domingos: Bancada municipal do MpD diagnostica problemas por que passam munícipes

Cidade da Praia, 13 Fev (Inforpress) – A bancada municipal do MpD (posição), em São Domingos, manifestou-se hoje “sensibilizada” com a falta de água que afecta os agricultores de Achada Baleia e com a falta de apoios em termos materiais para a produção.

A necessidade de formação para os agricultores se inteirarem da utilização correcta de novos pesticidas, assim como a falta de tubos foram as preocupações diagnosticadas pelos deputados municipais nessa visita, em que também constataram que a solução para a problemática da distribuição de água potável “está bastante avançada, com um projecto da Águas de Santiago (AdS), em andamento, para ligações domiciliárias de água.

Esta foi a conclusão avançada à Inforpress pelo líder dos ventoinhas na Assembleia Municipal de São Domingos, Admilson Moniz, no final de dois dias de visita ao concelho para a apresentação da nova equipa que compõe a bancada municipal do Movimento para Democracia (MpD, oposição) neste município.

Moniz referiu que, nestes dois dias, visitaram os serviços desconcentrados do Estado, como a Delegação Escolar e do Ministério da Agricultura, a Conservadora dos Registos, a Direcção do Liceu Fulgêncio Tavares, a Associação dos Agricultores de Achada Baleia e localidades como Portal e Praia Baixo, como forma de se inteirarem das preocupações dos munícipes.

A equipa da bancada municipal do MpD, em São Domingos, acrescentou que teve, ainda, a oportunidade de analisar os desafios enfrentados pelos agricultores e população no quadro da covid-19, pelo que considerou muito importante este primeiro contacto directo com os munícipes neste novo mandato.

Admilson Moniz disse à Inforpress que o MpD, que pela primeira vez em toda a história do poder autárquico cabo-verdiano, perdeu São Domingos, está a posicionar-se como uma “oposição com muita responsabilidade porque conhece bem o município” e a sua equipa está à par das principais dificuldades e preocupações das pessoas.

“Tem sido um tanto tranquilo. Neste primeiro momento não estamos a fazer muita pressão à nova equipa camarária, mas estamos atentos e temos chamado a atenção na medida do possível, dando o benefício de dúvida. Temos de fazer o nosso trabalho para servir os munícipes como sempre fizemos. Vamos lutar para que os problemas dos munícipes sejam resolvidos”, sentenciou.

SR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos