São Domingos: Autarquia promove actividades para chamar atenção para problemática do abuso sexual nas crianças

Cidade da Praia, 16 Jun (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Domingos realiza hoje um conjunto de actividades, sobretudo para chamar atenção da sociedade civil sobre problemática do abuso sexual e exploração de menores.

Segundo a vereadora da Educação, Ivanilda Carvalho, as actividades alusivas ao Dia Internacional da Criança Africana, celebrado anualmente a 16 de Junho, têm também como objectivo promover “um pouco de alegria” no seio das crianças sandominguenses.

A ocasião serviu para, de igual modo, abordar a questão abuso sexual e exploração de menores, num momento em que Cabo Verde tem registado um aumento dos crimes de abuso sexual em menores.

No passado dia 03 de Junho, o Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA) revelou que recebeu, até o mês de Abril deste ano, 72 denuncias de abuso sexual de menores a nível nacional, e 195 no ano passado, acreditando que possa existir outros casos não denunciados.

“O abuso sexual nas crianças tem sido uma prática constante também aqui no País, tem se detectado vários casos. O apelo que deixo vai no sentido de que esta situação seja travada e deixemos as crianças viver a sua criancice de forma plena, consciente e directa”, apelou a vereadora.

É neste sentido que, concretizou, a autarquia de São Domingos tem estado a desenvolver um conjunto de actividades, como estas, para consciencializar e alertar tanto a comunidade educativa como a sociedade civil, sobre a problemática do abuso sexual nas crianças.

O evento é também, acrescentou a vereadora, uma forma de solidarizar com as centenas de crianças negras do Soweto, na África do Sul, que, no dia 6 de Junho de 1976, tiveram a “ousadia e coragem” de sair às ruas para reivindicar o direito à qualidade do ensino e de aprender na sua língua materna.

Um protesto que se transformou em massacre, uma luta sangrenta que durou duas semanas e fez centenas de mortos, e para homenagear essas vítimas e defender as crianças daquele continente, cujos direitos fundamentais não eram respeitados, nasce o Dia da Criança Africana, instituído em 1991 pela Organização da União Africana.

A origem desta data está numa reivindicação, mas a UNICEF faz um alerta à comunidade mundial, no sentido de que se perceba que as crianças são o eixo do desenvolvimento, a génese do futuro de África e de qualquer continente.

TC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos