Santo Antão/Futebol: Ausência de consenso quanto à arbitragem dita cancelamento da final da Taça de Santo Antão

Ribeira Grande, 01 Abr (Inforpress) – A final da Taça de Santo Antão, em futebol, marcada para hoje, no estádio municipal do Porto Novo, foi cancelada devido à falta de consenso quanto à nomeação da equipa de arbitragem que deveria dirigir a partida.

A direcção da Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão (AFRNSA) emitiu um comunicado, a que a Inforpress teve acesso, para explicar que havia uma proposta para a indicação de uma equipa de arbitragem conjunta, com dois árbitros de cada região, sendo o árbitro central e o 4.º árbitro nomeados pela região Sul e os dois auxiliares nomeados pela região Norte.

De acordo com o comunicado, assinado pelo presidente da Associação de Santo Antão Norte, Carlos Assunção, os árbitros da região Sul não aceitaram “arbitragem conjunta” e, por isso, tentou-se um plano B que também não foi aceite e, na ausência de um consenso para a formação da equipa de arbitragem, o presidente Carlos Assunção anunciou que a AFRNSA “não estará representada nessa final”.

Contactado pela Inforpress, o presidente do Rosariense, Orlando Jesus Delgado, disse que a equipa está na cidade do Porto Novo desde sábado, para jogar a final e só não vai disputar a partida porque a representação do clube é a associação e, por isso, o Rosariense vai acatar a decisão da associação que representa.

Orlando Delgado não descarta a possibilidade de disputar a partida numa outra oportunidade, desde que as duas associações se entendam porque, adiantou, “quem tem de resolver o problema são as duas associações” e, se se entenderem, o Rosariense “não tem problemas em jogar”.

Por seu lado, o presidente da Académica, Osvaldino Silva, disse à Inforpress que, no momento do contacto (14:55) a sua equipa já estava no campo a fazer exercícios de aquecimento para a disputa da partida e que o clube que representa é alheia a qualquer polémica.

“A Académica não tem qualquer tipo de posição e já estamos a fazer exercícios de aquecimento porque não temos conhecimento de nada” disse Osvaldino Silva, adiantando que enquanto a equipa de arbitragem ou a associação não lhes disser nada vão “continuar com o aquecimento e a cumprir todas as formalidades”.

Contactado pela Inforpress, o presidente da Associação de Santo Antão Sul, Fernando Lima, disse que a Associação que dirige irá emitir, ainda hoje, um comunicado dando conta da sua posição em relação à polémica.

HF/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos