Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão/Tarrafal de Monte Trigo: Produtores do inhame estão a conseguir contornar o problema do mercado – representante

Porto Novo, 26 Ago (Inforpress) – Os produtores do inhame no Tarrafal de Monte Trigo, no Porto Novo, em Santo Antão, estão a conseguir resolver o problema do mercado, com a colocação do produto em algumas ilhas do País, como São Vicente e Sal.

O produtor Arlindo Fortes disse à Inforpress que os agricultores têm conseguido, embora a um preço pouco competitivo (80 a 100 escudos/quilograma), colocar toda a produção nas ilhas de São Vicente e do Sal, mas o desejo é exportar para Santiago, onde o preço pode chegar a dez vezes mais.

“No meu caso, toda a produção é vendida em São Vicente, mas há muitos produtores que, apesar dos problemas com os transportes marítimos, conseguem enviar o inhame para o Sal”, explicou Arlindo Fortes, que diz ser um dos primeiros agricultores a apostarem na produção do inhame em Santo Antão e em Cabo Verde.

Por causa do embargo imposto, desde 1984, aos produtos agrícolas em Santo Antão, devido à praga dos mil pés, os produtores do inhame não conseguem exportar para as ilhas agrícolas, designadamente para Santiago, onde acham que o produto tem “excelente mercado”.

Mesmo assim, segundo Arlindo Fortes, os produtores já conseguem escoar a produção para São Vicente e Sal, embora o preço seja pouco competitivo.

O Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) acredita no futuro do inhame no Tarrafal de Monte Trigo, com uma produção anual à volta de 700 toneladas, tendo em execução um projecto de reforço desta cultura, que consiste, entre outras componentes, na instalação de rega gota-a-gota.

O projecto prevê ainda a instalação de uma unidade de transformação do inhame e de outros produtos agrícolas no Tarrafal de Monte Trigo, infra-estrutura pensada “para facilitar a vida” dos agricultores, segundo o delegado do MAA no Porto Novo, Joel Barros.

O reforço da cultura do inhame no Tarrafal de Monte de Trigo, um dos poucos vales agrícolas ainda sem a praga dos mil pés, faz parte de um pacote de projectos programados, para 2020, no Porto Novo, pelo MAA.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos