Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Sucessivos adiamentos do projecto de electrificação do Planalto Norte deixam população local apreensiva

 

Porto Novo, 08 Jun (Inforpress) – Os sucessivos adiamentos da data para o arranque do projecto de electrificação do Planalto Norte, no Porto Novo, Santo Antão, estão a deixar algo apreensiva a população dessa localidade, desejosa de ter luz eléctrica durante 24 horas por dia.

Alguns moradores, abordados pela Inforpress, lembram que o arranque das obras do projecto estava, inicialmente, marcado para Março deste ano e que, desde essa altura, as datas têm vindo a ser adiadas sucessivamente, facto que deixa a população algo ansiosa e preocupada.

O projecto de electrificação do Planalto Norte, que consiste na instalação, ainda em 2017, de uma central fotovoltaica nessa zona para fornecer energia eléctrica à população de forma continuada, é co-financiado pela Cooperação Portuguesa que, para efeito, disponibilizou cerca de 150 mil euros (16 mil contos).

O edil do Porto Novo garante, entretanto, que as condições estão reunidas para o arranque das obras “a partir do próximo mês” de Julho.

Segundo Aníbal Fonseca, o financiamento deste projecto está garantindo e que a sua edilidade está a envidar esforços para, em Julho, iniciar os trabalhos.

O projecto de electrificação do Planalto Norte consiste, através das energias renováveis, levar luz eléctrica 24 horas/dia aos 600 habitantes distribuídos pelos povoados de Morrinho de Égua, Chã Dura, Chã de Cruz, Chã de Manuelino e Águas das Patas.

A autarquia, avançou, está, também, a mobilizar parceiros com vista a levar energia eléctrica às comunidades de Bolona e Pascoal Alves.

Com este projecto e com a interligação energética, ainda em 2017, das localidades de Chã de Norte, Dominguinhas, Chã de Branquinho e Manuel Lopes, Porto Novo atingirá, até finais deste ano, a cobertura de 100 por cento (%) com energia eléctrica 24 horas/dia.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos