Santo Antão: Sindicato preocupado com desemprego e problemas laborais que afectam trabalhadores

Porto Novo, 01 Mai (Inforpress)  – A demora no envio das contribuições ao INPS, as dificuldades na implementação do salário mínimo e do novo Plano de Cargos, Carreiras e Salário (PCCS) são alguns dos “muitos problemas” que afectam, actualmente, os trabalhadores em Santo Antão.

O alerta é do Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão (SLTSA) que aproveitou esta data, 01 de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores, para mostrar a sua inquietação com relação ao ambiente sócio-laboral nesta ilha, marcado pelo “aumento do desemprego”, mas também por “contratempos” na aplicação das legislações sobre o salário mínimo e novo PCCS.

Outra situação que tem vindo a prejudicar os trabalhadores em Santo Antão se prende com o atraso no envio das prestações ao Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) por parte das instituições públicas e privadas, segundo o líder do SLTSA, Carlos Bartolomeu.

Carlos Bartolomeu aproveitou, igualmente, esta data para voltar a pedir a instalação em Santo Antão das representações das instituições ligadas ao trabalho, ou seja, da Inspecção-geral do Trabalho e da direcção-geral do Trabalho.

JM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos