Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Rede propõe contribuir para redução da insegurança alimentar de 10 mil famílias até 2020

Porto Novo, 07 Jul (Inforpress) – Santo Antão e Fogo são as ilhas abrangidas pelo projecto sobre práticas agro-ecológicas resilientes e comercialização participativa como instrumento de segurança alimentar comunitária, que está a ser implementado no âmbito da rede de segurança alimentar para as comunidades rurais.

Com este projecto,  promovido pela Associação dos Amigos da Natureza e pelo Centro de Estudos Rurais e Agrícolas Internacional (Espanha), em parceria com a Fundação Cabo-verdiana de Acção Social Escolar (FICASE) e com o Ministério da Agricultura e Ambiente de Cabo Verde, propõe-se contribuir para a redução, até 2020, da insegurança alimentar de 10 mil famílias rurais em ambas a ilhas.

O projecto, co-financiado pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) e pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) num montante de quase 200 mil dólares, beneficia, também, mais de 12 mil alunos do Ensino Básico e do Pré-escolar.

O reforço dos meios de subsistência nas comunidades rurais em Santo Antão e Fogo, através do fortalecimento das capacidades de produção agrícola resiliente, da organização dos produtores e do acesso ao mercado das cantinas escolares, constitui outro propósito deste projecto, que termina em Abril do próximo ano.

Uma delegação ligada ao projecto esteve, nos últimos dias, em Santo Antão, em visita de seguimento ao projecto, que está a ser implementado em todos os concelhos desta ilha.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos