Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Projecto “Um cão um Amigo” vai ser alargado a todos os municípios com castração de 1.500 cães em cinco anos

Porto Novo, 26 Nov (Inforpress) – O projecto “Um cão um Amigo, lançado, em Março, pela Fundação Amigos do Paul na Holanda, vai ser alargado a todos os municípios de Santo Antão, com castração de cerca de 1.500 cães nos próximos cinco anos.

Segundo informou essa fundação, que tem ainda a parceria da Rede de Voluntariado Maria Teresa Segredo, neste primeiro ano, o projecto permitiu castrar 300 cães no Paul e em Ponta do Sol (Ribeira Grande), prevendo-se que, a partir de 2020, seja alargado, também, ao município do Porto Novo.

Uma equipa de 12 veterinários, proveniente da Holanda, esteve, durante as últimas quatro semanas, no Paul, para dar continuidade ao projecto, iniciado em Março deste ano.

O projecto, “Um cão, um amigo”, surgiu da iniciativa de um grupo de cidadãos holandeses, que, de visita a Santo Antão, constatou a existência de “muitos cães em situação de abandono”.

Além de castração, o projecto consiste ainda na criação de um canil, que vai ser “uma espécie de um lar” para os cães abandonados, segundo a presidente da Fundação Amigos do Paul, na Holanda, Maria Teresa Segredo, que realça a importância desta iniciativa na promoção da saúde pública em Santo Antão.

A meta, segundo a presidente dessa fundação, é “reduzir, ao máximo, a quantidade de cães abandonados” nos municípios de Santo Antão, numa altura em que a problemática dos cães vadios tem sido uma preocupação, nesta ilha.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos