Santo Antão: Programa de colheita descentralizada arranca em Setembro numa iniciativa da Região Sanitária

 

Porto Novo, 29 Ago (Inforpress) – A Região Sanitária de Santo Antão inaugura, a partir de Setembro, um programa de colheita descentralizada de amostras para exames laboratoriais, que vai contar com o envolvimento dos enfermeiros em toda a ilha.

O programa consiste na recolha, a nível dos postos de saúde nas comunidades, de amostras (sangue, urina, fezes) que depois são enviados aos laboratórios de análises clínicas existentes no hospital regional João Morais, na Ribeira Grande, e no centro de saúde do Porto Novo.

A partir da primeira semana de Setembro, os enfermeiros vão estar preparados para proceder à recolha das amostras para os laboratórios, segundo a Região Sanitária de Santo Antão, que iniciou, segunda-feira, a formação em colheita descentralizada para esses técnicos de saúde.

Segundo a directora substituta da Região Sanitária de Santo Antão, a médica Vânia Neves, a formação, com duração de uma semana, visa dotar os enfermeiros de competências intrínseca à fase pré-analítica dos exames laboratoriais, desde a colheita, acondicionamento, passando pelo armazenamento e transporte, até à chegada das amostras aos laboratórios.

Para as autoridades sanitárias, este programa é de “uma importância crucial”, já que os pacientes, sobretudo grávidas e doentes crónicas, vão poder fornecer as amostras para os exames nas suas próprias localidades, sem terem de se deslocar ao hospital regional João Morais, na Ribeira Grande, e ao centro de saúde do Porto Novo.

“Com este programa, todas as grávidas vão poder fazer os seus exames pré-natal e os serviços de saúde vão poder acompanhar a evolução dos doentes crónicos”, explicou a clínica.

Além dos ganhos do ponto de vista financeiros para os utentes, a iniciativa da Região Sanitária de Santo Antão terá ainda “forte impacto” na melhoria das condições de vida das pessoas e contribuirá para uma melhor inserção da população mais desfavorecida no sistema de saúde, avançou ainda a responsável.

Tipos de amostras biológicas, o sangue e sua composição, anticoagulantes e tubos de colheita, colheita de amostras biológicas, técnicas de colheitas, são alguns dos temas que vão ser abordados nessa formação, cuja realização se enquadra do plano de capacitação dos técnicos de saúde em Santo Antão, a cargo da Região Sanitária, criada em 2015.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos