Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Problemática de iluminação pública continua no centro das preocupações dos santantonenses

Porto Novo, 20 Jan (Inforpress) – A falta de iluminação pública ou a prestação, de forma deficiente, deste serviço por parte da empresa de Electricidade e Água (Electra) em Santo Antão continua a ser motivo de muitas reclamações das populações de várias localidades desta ilha.

Em todo os municípios, tem havido muitas queixas dos utentes, que dizem lamentar a “ausência da iluminação pública” no interior da ilha, mostrando-se “indignados” com essa situação, “insistentemente” denunciada às “autoridades competentes”.

No Porto Novo, utentes de várias localidades, como Tarrafal, Ribeira das Patas, Alto Mira e Ribeira da Cruz, têm estado a queixar-se dos problemas da iluminação pública, o mesmo acontecendo com moradores do interior dos municípios da Ribeira Grande e do Paul.

No Paul, os habitantes de Fajã, Penedo, Ribeira de Penedo e Pontinha, mas, também, das zonas de Cabo de Ribeira e Passagem têm estado a reclamar, com frequência, dessa situação.

Na Ribeira Grande, os utentes falam em “escuridão” numa parte significativa do interior deste concelho.

“É uma escuridão total na maioria das zonas do interior da Ribeira Grande. A população reclama junto à Electra e até agora nenhuma solução”, segundo os moradores Maria da Cruz, Isaura Delgado e Domingos Ramos.

As câmaras municipais em Santo Antão admitem, também, existirem “ainda várias zonas” com problemas de iluminação pública na ilha, mas garante estar a trabalhar com Electra com vista à melhoria da situação.

Apesar das declamações, a Electra acredita que iluminação pública está a ser melhorada em parceria com os municípios, graças a intervenções feitas, nos últimos tempos, sobretudo, nos concelhos do Porto Novo e Paul.

Tem sido realizado um levantamento das necessidades para reforço nas zonas com dificuldades, segundo esta empresa, que informou que as intervenções têm sido feitas no quadro do projecto de extensão e modernização do sistema eléctrico de Santo Antão.

Em Novembro, a Electra inaugurou o projecto de extensão/electrificação, em baixa tensão, das zonas de Barraca e Lombo Comprido, no Paul, reforçando a iluminação pública em ambas as comunidades, com instalação de 47 postos de iluminação.

No Porto Novo, as intervenções acontecem, sobretudo, na cidade, onde, nos últimos anos, terão sido investidos mais de 40 mil contos na remodelação e extensão das redes de baixa tensão nos diferentes bairros e na zona de Curraletes.

Saliente-se que Santo Antão tem estado a beneficiar, desde 2015, do programa “seis ilhas”, no âmbito do qual foram já realizados investimentos, que ultrapassas os 550 mil contos, na extensão da rede na ilha, actualmente com uma taxa de cobertura de cerca de 98 por cento (%).

Nesses anos, segundo dados da Electra, 60 quilómetros de rede de média tensão e 30 quilómetros de rede de baixa tensão foram construídos em Santo Antão, graças a este programa, co-financiado pelo Japão, Banco Africano para o Desenvolvimento (BAD) e pelo Governo de Cabo Verde.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos