Santo Antão: Problemas de embalagens continua a condicionar funcionamento da cooperativa PARES

Porto Novo, 15 Jun (Inforpress) – A cooperativa de produtores associados em rede de economia solidária (PARES) em Santo Antão continua a enfrentar dificuldades a nível de embalagens para os seus produtos, o que está a condicionar o funcionamento desta unidade empresarial.

A presidente da PARES, Alcinda Lima, disse que esta cooperativa, que envolve 120 produtores nos ramos da agricultura, pecuária e do artesanato, continua a deparar-se com problema de embalagens, pondo em causa assim normal funcionamento desta cooperativa e, por conseguinte, o emprego dos associados.

A cooperativa, que tem por missão melhorar a qualidade de vida dos associados e familiares, com o incremento da renda familiar, incide a sua actividade na comercialização de produtos transformados pelos seus sócios/produtores, como doces, licores, grogue e seus derivados, frutas secas, néctar de frutas, artesanato.

A cooperativa comercializa ainda o café do Paul e queijos fresco e curado, além de requeijão.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos