Santo Antão: Plano Nacional de Cuidados perspectiva criação de rede de cuidadores em cada município – responsável  

Porto Novo, 26 Nov (Inforpress) – O Ministério da Família e Inclusão Social prevê criar, até 2021, em cada um dos municípios de Santo Antão, uma rede de cuidadores de dependentes no quadro do Plano Nacional de Cuidados, que está a ser implementado.

Conforme Rosária Almeida, técnica da Direcção-geral da Inclusão Social, que coordena o Plano Nacional de Cuidados (PNC), é objectivo deste ministério que cada um dos municípios de Santo Antão tenha uma rede de cuidadores para as pessoas dependentes (crianças e idosos), uma iniciativa que se pretende alargar a todo o País.

O Plano Nacional de Cuidados, que termina no próximo ano, está a ser implementado a um bom ritmo, com o processo de contratação e formação de cuidadores em marcha, avançou Rosária Almeida, que se encontra em Santo Antão no âmbito da abertura de acções de formação para cuidadores de dependentes nos municípios do Porto Novo e  Paul.

“Estamos indo bem. O objecto do ministério é que cada município tenha uma rede de cuidadores para as pessoas dependentes”, notou Rosária Almeida, que adiantou que está-se, nesta altura, “no processo constante de formação de cuidadores”.

Até agora, avançou, foram financiados um total de 33 projectos no quadro da implementação do plano, os quais têm sido realizados pelas organizações não-governamentais e pelos municípios, incidindo, sobretudo, na formação, que decorrem em vários concelhos do País.

JM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos