Santo Antão/Planalto Leste: Habitantes de Espadaná, Matinho e Moroços “ansiosos” pelo arranque do projecto de electrificação – representante

Porto Novo, 14 Jan (Inforpress) – Os habitantes de Espadaná, Matinho e Moroços, no Planalto Leste, Santo Antão, manifestaram hoje a sua “ansiedade” pelo arranque do projecto de electrificação destas comunidades, as únicas neste planalto ainda sem energia eléctrica.

Domingos Gaudêncio, porta-voz da população, disse à Inforpress que os moradores, há quatro anos à espera da energia eléctrica, aguardam, nesta altura, com “ansiedade” o início do projecto de electrificação destes povoados, tendo algumas famílias já efectuado às instalações eléctricas nas suas casas.

A Empresa de Electricidade e Água (Electra) anunciou, em Novembro, um investimento de cinco mil contos na electrificação das localidades de Espadaná, Moroços e Matinho, no Planalto Leste da ilha de Santo Antão.

O presidente do conselho de administração da Electra, Alcindo Mota explicou, na ocasião, que a empresa iria “acelerar o projecto”, que consiste na instalação de cerca de quatro quilómetros de rede de baixa tensão e sua interligação com a rede pública já existente na ilha de Santo Antão.

“Desde essa altura, não vimos nenhum sinal da Electra em Espadaná. Esperamos que o projecto, já anunciado por várias vezes nesses anos, seja realizado antes das eleições (legislativas), em Abril, sob pena de corrermos o risco de esperar mais quatro anos”, notou Domingos Gaudêncio.

Além de Espadaná, Matinho e Moroços, a Electra garantiu ainda a electrificação, neste ano de 2021, da zona de João Bento, no interior do município do Porto Novo.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos