Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão/Planalto Leste: Espadaná, Matinho e Moroços queixam-se da demora no arranque do projecto de electrificação

Porto Novo, 30 Abr (Inforpress) – Os habitantes de Espadaná, Moroços e Matinho, no Planalto Leste, em Santo Antão, voltaram hoje a queixar-se da “demora” na implementação do projecto de electrificação destas comunidades, anunciado, em Novembro, pela Empresa de Electricidade e Água (Electra).

O porta-voz da população, Domingos Morais, contactou a Inforpress para dar conta da “preocupação” dos moradores face à “demora” na concretização do projecto de electrificação de Espadaná, Moroços e Matinho, que, avisou, está a deixar “preocupadas” as famílias dessas localidades.

A mesma fonte lembrou que a promessa de Electra de electrificação destes três povoados remonta a 2017, avançado que esta “demora está a deixar desalentada a população”, que “começa a perder esperança de ter, um dia, energia eléctrica”.

A Electra anunciou, há quase seis meses, um investimento de cinco mil contos na electrificação das localidades de Espadaná, Moroços e Matinho, mas, até agora, “nem sinal” desde projecto, segundo Domingos Morais.

Apesar dos esforços, a Inforpress não conseguiu obter uma reacção da Electra, que, em Novembro, através do presidente do conselho de administração, Alcindo Mota, prometeu “acelerar” o projecto de electrificação de Espadaná, Matinho e Moroços, com instalação de quatro quilómetros de rede de baixa tensão.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos