Santo Antão: Orlando Delgado deseja colocar a cultura ao serviço do turismo em Ribeira Grande

Ribeira Grande, 15 Jan (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Orlando Delgado, disse hoje, no fórum cultural “o futuro é hoje”, no salão do Centro Agrícola de Afonso Martinho que quer colocar a cultura ao serviço do turismo.

Orlando Delgado asseverou que o concelho da Ribeira Grande e a ilha de Santo Antão têm um “grande potencial” a nível cultural. Neste sentido, o presidente CMRG pontuou que quer colocar a cultura ao serviço do turismo na Ribeira Grande, para trazer mais “rendimento” aos artistas e que as pessoas possam valorizar aquilo que de importante existe a nível do concelho e da ilha de Santo Antão.

O edil ribeira-grandense explicou que com esse fórum querem atingir dois grandes objectivos.

“Os artistas têm feito muito por Ribeira Grande e Santo Antão e nesse âmbito queremos também ver aquilo que o município pode fazer por eles” salientou Orlando Delgado, assegurando que a câmara pretende criar uma agenda cultural a nível do concelho, mas esta terá de ser “participada”.

“Queremos com esse fórum ouvir os artistas e todos juntos propor uma agenda onde todos se revejam. Realizamos este fórum, para debatermos todas as questões do âmbito cultural ligado à música, ao teatro, às artes plásticas, à gastronomia, ou seja, tudo aquilo que seja efectivamente cultura para fazer parte do roteiro”, mostrou Orlando Delgado.

O autarca ribeira-grandense frisou estar satisfeito e “altamente surpreendido” pelo nível de intervenção, sobretudo pelas “soluções” e “alternativas” que os artistas propuseram em termos futuros.

Por sua vez Irlando Ferreira, mestre em gestão e estudos da cultura, acentuou que esta iniciativa é bastante importante, tendo em conta que, não se pode desenvolver a cultura sem discuti-la e reflectir sobre ela com aqueles que fazem com que a cultura exista.

“Esta abertura para ouvir o sector é muito positivo para que quem gere a nível municipal, ou mesmo nacional, possa tomar decisões de políticas culturais que estejam alinhadas com aquilo que são as aspirações e as necessidades dos agentes culturais e isso é de louvar” pontuou Irlando Ferreira dizendo que espera que essas partilhas da ideia não fiquem apenas nas reflexões e que estas possam traduzir-se em acções concretas.

Foram apresentados no Fórum Cultural da Ribeira Grande, sob o lema “o futuro é hoje”, os painéis “promover a arte e os artistas locais”, apresentado pelo artista plástico Eduardo Bentub, “gestão cultural no âmbito municipal” apresentado pelo professor e maestro Filipe Gonçalves, “a reinvenção da cultura – as soluções e limitações do digital” pelo artista plástico Jairson Lima e “as nossas tradições: sua preservação, divulgação e promoção do teatro” apresentado por Jorge Martins.

O quinto painel ficou a cargo do mestre em gestão e estudos da cultura, Irlando Ferreira que apresentou o tema “cultura no desenvolvimento do território”.

LFS/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos