Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Orlando Delgado acredita que esta ilha tem condições para ser “um grande destino turístico”

Porto Novo, 01 Dez (Inforpress) – O presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão, Orlando Delgado, acredita que esta ilha tem condições para ser “um grande destino turístico”, exortando a “todos”, o Governo, as câmaras municipais e parceiros, a trabalharem nesse sentido.

“Vamos todos continuar a trabalhar para que esta ilha maravilha se transforme num grande destino turístico”, notou Orlando Delgado, segundo o qual os municípios de Santo Antão vão “à procura de financiamentos” para prosseguir com todo processo de desenvolvimento do turismo, nesta ilha.

O presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão participou, esta segunda-feira, no Porto Novo, no acto de encerramento do projecto das redes locais para o turismo sustentável e inclusivo de Santo Antão (Raízes) e aproveitou a oportunidade para defender a aposta no turismo como “alavanca” de desenvolvimento, desta região.

Santo Antão é uma ilha agrícola, mas pode desenvolver-se, também, à volta do turismo, no entender de Orlando Delgado, que recordou os esforços que as autarquias nesta ilha têm feito, desde 1994, no sentido de promover o turismo local.

O presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, também, presente do acto de encerramento do projecto Raízes, comparou Santo Antão a “um museu vivo”, que tem como “principal peça” o homem santantonense, “com a sua forma de receber os visitantes e com sua capacidade de resiliência e de lidar com o diferente e o difícil”.

Para Jorge Santos, esta ilha pode ser, no seu todo, considerada “um parque natural”, onde “não existe mais belo do que o Tope de Coroa, o vulcão de Cova, o vale do Paul, o Planalto Norte e o Tarrafal de Monte Trigo”.

O chefe do Parlamento defendeu a qualificação da rede de caminhos vicinais construída, ainda na era colonial” em Santo Antão como património da humanidade.

Santo Antão, que tem sido uma das ilhas onde o turismo mais cresceu em Cabo Verde, a partir de 2016, registou em 2019 uma entrada de 35.599 turistas, segundo o relatório do Observatório do Turismo de Cabo Verde referente àquele período.

Em 2018, entraram em Santo Antão 31.206 turistas, enquanto que em 2017 o número de visitantes foi de 26.080. Já em 2016, foram 21 mil turistas que visitaram a “ilha das montanhas”, indicadores que confirmam o crescimento do turismo na ilha entre 2016 e 2019.

JM/DR

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos