Santo Antão: Munícipe apela a CMP para concluir obras das habitações sociais 

Cidade das Pombas, Paul, 08 Jan (Inforpress) – O munícipe paulense Nilton Fernandes apelou hoje à conclusão das obras das habitações sociais no Paul, segundo ele, iniciadas no aproximar das eleições do dia 25 de Outubro do ano passado.

Nilton Fernandes, que falava durante o período antes da ordem-do-dia, na primeira sessão ordinária da Assembleia Municipal do Paul,  pontuou que “as pessoas foram desalojadas das suas casas, muitos não tinham onde ir e os vizinhos os alojaram”.

Nilton Fernandes salientou que a CMP “prometeu” que os trabalhos iriam ser rápidos mas até este momento, já lá vão “muitos meses”, essas pessoas ainda estão nas casas dos vizinhos.

Fernandes apelou à CMP para que conclua os trabalhos porque as famílias que neste momento estão desalojadas vivendo de favores na casa dos vizinhos necessitam regressar às suas moradias.

“Espero que agora não vão esperar as legislativas para os trabalhos serem concluídos”, disse Nilton Fernandes.

Por sua vez o deputado da bancada do PAICV Ailton Dias considerou uma situação “anormal” do presidente da CMP e sua equipe no processo de reabilitação das casas das pessoas.

“Temos uma família numerosa na localidade de Barraca que foi desalojada da sua casa, onde retiraram a laje das mesmas. Essas pessoas ficaram três meses a viver de favores na casa do vizinho a CMP não entregou a sua casa” frisou o deputado da bancada do PAICV.

Ailton Dias disse que essa família teve de regressar a casa mesmo sem a conclusão dos trabalhos. Neste sentido apelou a CMP para terminar a reabilitação daquela moradia porque não “é aceitável as condições que aquelas pessoas estão morando”.

Já o presidente da CMP António Aleixo disse que quando reabilitam as casas as pessoas são desalojadas mas quando não se reabilitam a CMP é criticada e quando se reabilita é que estão atrasados  ou que não colocaram pedras ou mosaicos.

“Há sempre um senão e nunca se reconhece um trabalho que a CMP faz com os recursos que tem. Quanto às habilitações sociais temos uma grande resposta aqui no nosso município desde a beira-mar até ao interior do concelho. Temos consciência de que as zonas altas também devem ser contempladas. Neste momento os trabalhos estão suspensos devido à campanha, o Governo suspendeu as verbas que deveriam ser canalizadas, mas estão a ser transferidas neste momento para darmos continuidades aos trabalhos”, assegurou o presidente da CMP.

No período da ordem-do-dia a assembleia municipal está a discutir o plano de actividades para o ano 2021 e, de seguida, será apresentado e discutido o orçamento para o ano 2021.

Criação e aprovação da comissão permanente de obras municipais, água, ambiente e saneamento integra a agenda desta sessão, durante a qual serão, igualmente, abordados a criação da comissão eventual para a revisão pontual de regimento e o último ponto a ser discutido será a eleição da comissão de recenseamento eleitoral do Paul.

LFS/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos