Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Ministro volta a defender “entendimento” entre câmaras municipais quanto à localização do pólo universitário

Porto Novo, 23 Set (Inforpress) – O ministro da Educação voltou, hoje, a defender “entendimento” entre as câmaras municipais de Santo Antão em relação à localização do pólo universitário desta ilha, cujas condições, quer em termos institucionais, quer em termos orçamentais, já estão criadas.

Amadeu Cruz, que terminou hoje uma visita de dois dias a Santo Antão, escusou-se a avançar a data para a efectivação do pólo do ensino superior em Santo Antão, mas garante que se trata de um compromisso do Governo que vai avançar, cabendo à Universidade Técnica do Atlântico (UTA) proceder à instalação do pólo universitário.

“O que eu garanto é que há condições institucionais e orçamentais para termos o ensino superior em Santo Antão, cabendo agora à reitoria da UTA criar as condições, quer em termos de infra-estruturas, quer em termos pedagógicos e de ciclos de estudo”, avançou.

No entanto, voltou a pedir “entendimento” entre as câmaras municipais de Santo Antão e sintonização quanto à localização do Instituto Superior das Ciências e Tecnologias Agrárias, que é uma unidade orgânica da UTA”, explicou o ministro, que, ao longo deste ano, tem estado a pedir a “colaboração activa” dos presidentes de câmaras municipais neste processo, sobretudo, “na construção dos consensos sobre a localização” do pólo.

Os santantonenses, insistentemente, têm estado a perguntar sobre a entrada em funcionamento do Instituto Superior das Ciências e Tecnologias Agrárias de Santo Antão, tendo o presidente da associação dos municípios desta ilha, Aníbal Fonseca, defendido, recentemente, a necessidade deste instituto começar a funcionar “já este ano”.

Também, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, que, esteve semana passada, de visita a Santo Antão, pediu “atenção especial” à questão do ensino superior nesta ilha, onde, a seu ver, existem “elevadas expectativas” de que o pólo universitário comece a funcionar “ainda este ano lectivo”.

Amadeu Cruz, confrontado com essa questão, disse ter dado “orientações desde o início” para o arranque efectivo do ensino superior em Santo Antão, cabendo à reitoria da UTA criar as condições para o efeito.

A UTA, além do Instituto Superior das Ciências e Tecnologias Agrárias de Santo Antão, tem ainda como unidades orgânicas, o Instituto do Turismo e Engenharia Aeronáutica, na ilha do Sal, e o Instituto de Engenharia e Ciências do Mar (ISECMAR), em São Vicente.

JM/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos