Santo Antão: Governo promete “forte investimento” na fiscalização do grogue e outros produtos alimentares

 

Porto Novo, 19 Ago (Inforpress) – O Governo, no quadro do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2018, que já está na fase de elaboração, prepara-se para fazer “uma forte aposta” na fiscalização de todos os sectores da vida económica do país, avançou o primeiro-ministro.

No decurso da sua visita, esta semana, a Santo Antão, Ulisses Correia e Silva voltou a ser confrontado com a preocupação dos produtores do grogue em matéria de inspecção, tendo prometido, para 2018, o reforço da fiscalização do Estado, tanto em relação à aguardente, como de outros produtos alimentares.

Em Junho, Ulisses Correia e Silva havia sido abordado, em Santo Antão, pelas autarcas e produtores do grogue sobre essa questão e prometera accionar os mecanismos para que a  lei fosse cumprida, visando a salvaguarda do “grogue de referência” que se produz em Cabo Verde.

“A lei é para cumprir. Se existe alguma situação de incumprimento da lei ou se há falta de aplicação da legislação sobre a matéria, vamos ter que alterar esse quadro”, prometeu, na altura, o chefe do Governo.

Os produtores do grogue de Santo Antão desejam que 2018 seja um ano de “efectiva fiscalização” da produção, para a defesa da qualidade do produto.

A safra de 2017 foi marcada pela “deficiente inspecção” por parte das entidades competentes, segundo os produtores de grogue em Santo Antão, que reagiram com agrado à promessa do Governo de reforçar o sistema de fiscalização do Estado no próximo ano, com vista  a garantir a qualidade do que se consome em Cabo Verde.

JM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos