Santo Antão: Fábrica de azulejos está a retirar “diariamente grandes quantidades” de plástico do ambiente – responsável 

Porto Novo, 14 Nov (Inforpress) – A fábrica de produção de azulejos de Santo Antão está a cumprir o papel para o qual foi instalada em 2017, retirando do ambiente os plásticos que proliferam por toda a ilha, segundo os mentores do projecto.

A unidade de produção de azulejos com base em reciclagem de plástico, que fica em Janela, Paul, foi instalada pela Fundação dos Amigos do Paul na Holanda, com o objectivo de, sobretudo, promover o ambiente através da reutilização dos plásticos deixados um pouco por toda a ilha.

Conforme a presidente dessa fundação, Maria Teresa Segredo, graças à fábrica, capaz de produzir cerca de 24 mil pedras de diferentes padrões por ano, consegue-se, “diariamente, retirar do ambiente grandes quantidades de plástico, transformando-os em azulejos, contribuindo assim no desenvolvimento de Cabo Verde”.

Este projecto, que custou quatro mil contos e que tem permitido a comercialização de azulejos “made in” Santo Antão no mercado local, além da sua importância para a economia de Santo Antão, tem tido também “um grande impacto” a nível ambiental, segundo a responsável.

A fábrica foi financiada pela Cooperação Holandesa, através da Universidade Tu Delf, em Roterdão.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos