Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: “Estamos a dar o passo final na empresarialização do sector de água e saneamento nesta ilha” – governante

Porto Novo, 12 Jun (Inforpress) – O processo visando a empresarialização dos sectores água e saneamento em Santo Antão está já na recta final, com a operacionalização, dentro de pouco tempo, da empresa intermunicipal, que se vai encarregar da gestão destes dois domínios.

A garantia é do secretário de Estado da Economia Agrária, Miguel da Moura, que informou que, além de se ultimar os preparativos para o arranque dos investimentos na água e saneamento em Santo Antão, à volta de 12 milhões de dólares (1,2 milhões de contos), está-se, igualmente, “na fase quase final” do processo de criação da Águas de Santo Antão.

“Isso significa que estamos a dar o passo final na empresarialização dos sectores de água e saneamento em Santo Antão, para se poder ganhar a sustentabilidade financeira”, notou o governante, que esteve, sexta-feira, nesta ilha, onde presidiu ao acto de apresentação do programa de água e saneamento de Santo Antão.

A empresa Águas de Santo Antão vai ter a “capacidade” de ir à banca contrair empréstimos para “viabilizar” os projectos  de que a ilha precisará em matéria de água e saneamento, explicou ainda Miguel da Moura, adiantando que a empresa intermunicipal terá ainda de “compatibilizar  as necessidades das populações com as necessidades da indústria, turismo e de outros sectores”.

Isso atesta que o programa de água e saneamento, cujas obras arrancam ainda este ano, não vai ser implementado de forma isolada, avançou o secretário de Estado, explicando que se trata de um programa para todos os três municípios “com uma abordagem  bem definida, dentro de uma plataforma concebida pelo Governo para atacar, de vez, os problemas de água e saneamento” nesta ilha.

O programa, avançou, vai permitir resolver os problemas de água e saneamento em Santo Antão, mas para se conseguir a tal sustentabilidade, o passo seguinte será a criação da empresa Águas de Santo Antão.

Águas de Santo Antão resulta da fusão dos serviços autónomos de água dos municípios do Porto Novo, Paul e Ribeira Grande, iniciativa que se insere no âmbito das reformas que o Governo tem estado a realizar no sector da água em Cabo Verde, nos últimos anos.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos