Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Edil do Porto Novo defende valorização da experiência de produção de inhame no Tarrafal de Monte Trigo

 

Porto Novo, 12 Jul (Inforpress) – A experiência que está a ser implementada no Tarrafal de Monte Trigo, interior do Porto Novo, em Santo Antão, a nível de produção do inhame, deve ser valorizada e aplicada em outros vales agrícolas desta ilha.

Quem o defende é o edil do Porto Novo, Aníbal Fonseca, para quem está-se perante “uma experiência ímpar” que deve ser aproveitada, com o objectivo de relançar a cultura do inhame em outras localidades deste concelho e da ilha de Santo Antão.

O Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) tem curso no Tarrafal de Monte Trigo um projecto inovador de alargamento da área de cultivo do inhame, abrangendo 40 novos produtores, experiência que o autarca portonovense enaltece, pelo seu impacto na dinamização dessa cultura.

O MAA, além de apoiar no alargamento da área de cultivo, pretende ainda apoiar os produtores na exportação do produto para os mercados turísticos nacionais.
Para o presidente da Câmara Municipal do Porto Novo, além do inhame, Tarrafal de Mote Trigo é, também, um excelente produtor da mandioca, cultura que deve, igualmente, merecer a atenção do MAA.

Tarrafal de Monte Trigo é um dos poucos vales agrícolas no Porto Novo ainda sem a praga dos mil pés, pelo que os produtos agrícolas locais podem vir a ser exportados para as outras ilhas de Cabo Verde, sem restrições, conforme já admitiu o Governo.

Martiene, um dos maiores produtores de batata comum de Santo Antão, Chã de Norte e Chã de Banquinho, zonas, também, com excelente produção de horticultura, são os outros vales ainda livre dessa praga.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos