Santo Antão: Edil do Porto Novo defende que “faltam coisas importantes” para a ilha se devolver

Porto Novo, 28 Nov (Inforpress) – O presidente da câmara do Porto Novo, Aníbal Fonseca, admitiu que ainda faltam a Santo Antão “coisas importantes” que permitem a ilha desenvolver todo o seu potencial económico, especialmente a nível do turismo.

“Temos a plena consciência de que nos faltam coisas importantes para desenvolver todo o potencial desta ilha. Não viramos as costas a esses desafios que são grandes”, sublinhou o edil do Porto Novo esta sexta-feira, referindo-se à criação das “grandes infra-estruturas” de que Santo Antão precisa para se desenvolver.

Concretamente, o autarca, que falava a propósito da visita do ministro do Turismo e Transportes a Santo Antão, apontou os casos do aeroporto e da extensão do porto do Porto Novo que são, no seu entender, “projectos estruturantes para o turismo e economia” desta região.

“São grandes desafios, a conjuntura actual é exigente e difícil, mas isso não muda as nossas perspectivas”, notou ainda o autarca, encorajando o Governo a trabalhar para que o aeroporto e a segunda fase do porto do Porto Novo avancem, embora perceba que, nesta altura, “o desafio sanitário está em primeiro lugar”.

O presidente da câmara do Porto Novo tinha lançado, recentemente, um repto ao Governo e à Associação dos Municípios de Santo Antão para “trabalharem juntos para que esta ilha encontre o seu real caminho de desenvolvimento”.

Aníbal Fonseca entende que “as grandes infra-estruturas de desenvolvimento da ilha, designadamente o aeroporto e a segunda fase do porto do Porto Novo, não podem continuar, eternamente, adiadas”.

JM/DR

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos