Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Director do HRJM pede rede única para abastecimento de água no hospital (c/áudio)

Ribeira Grande, 20 Jul (Inforpress) — O director do Hospital Regional João Morais (HRJM), Nilton Sousa, defendeu a “necessidade” do hospital ter uma rede independente da que abastece água à cidade da Ribeira Grande, Santo Antão. 

Em declarações à Inforpress, o director explicou que a água chega de forma “deficitária” ao hospital, porque, segundo Nilton Sousa, a rede de água canalizada que abastece o hospital também serve a zona alta de Penha de França.

 O “problema”, adiantou a mesma fonte, é que, quando a água é enviada à unidade hospitalar “chega de forma fraca e, muitas vezes, não dá para abastecer totalmente a unidade hospitalar, porque ao meio-dia a água é cortada”.

Para colmatar as dificuldades, o director do HRJM frisou que a Câmara Municipal da Ribeira Grande apoia o hospital, sempre que necessário, com um camião de água.

“Estamos à procura de uma solução duradoura para este problema em parceria com a câmara. Propomos a criação de uma rede independente para o hospital, porque não pode estar com carência de água”, afirmou Nilton Sousa. 

Contactado pela Inforpress, o director do Serviço Autónomo de Água e Saneamento (SAAS) da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Daniel de Jesus, disse que para fazer uma rede única para o hospital há que fazer “investimentos”. 

“Algum trabalho depende de nós, temos um reservatório para remodelar e temos alguns trabalhos. Podemos fazer este trabalho da forma que estão a solicitar porque há possibilidade, mas é necessário fazer outras intervenções. É necessário investimento e a câmara em parceria com o Ministério da Saúde estão a ver a melhor forma de resolver esse problema” disse.

Enquanto isso, segundo o responsável, têm que gerir a água disponível. 

Entretanto, Daniel de Jesus assegurou que o serviço que dirige distribuí água normalmente ao hospital, mas, a demanda é grande porque a unidade hospitalar consome cerca de 600 toneladas de água por mês.


Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos