Desporto em Santo Antão está em declínio – delegado da Direcção-geral dos Desportos

 

Porto Novo,11 Nov (Inforpress) – O desporto em Santo Antão encontra-se actualmente “em declínio”, depois de “uma fase boa” marcada, sobretudo, pela conquista de dois títulos nacionais em voleibol, alertou o delegado da direcção-geral dos Desportos (DGD) na ilha.

Rildo Tavares, que falava durante o fórum sobre as perspectivas do desporto  no Porto Novo, realizado na sexta-feira pela edilidade local, no âmbito das comemorações do Dia do Desporto Nacional, disse que nesta altura apenas o ténis e o karaté têm conseguido “alguns louros” para Santo Antão.

Além de falta de infra-estruturas, sobretudo a nível das modalidades de salão, este responsável admite que falta ao desporto santantonense dirigentes com “perfil e competências desejadas”, uma lacuna que, no seu entender, só será suprida com formação.

“O declínio no desporto em Santo Antão tem a ver muito com perfil dos dirigentes. Há casos de dirigentes pouco comprometidos com os clubes “, realçou o delegado da DGD, exemplificando com o facto de haver dirigentes que estão à frente de uma determinada modalidade da qual não gostam.

Para se ultrapassar essa realidade, terá de haver formação dos dirigentes e de técnicos que trabalham com as modalidades desportivas, além da criação e melhoria dos espaços desportivos, avançou Rildo Tavares, que colocou ênfase na necessidade de se apostar na sustentabilidade do desporto santantonense.

A falta de um polidesportivo coberto, uma pista de atletismo e melhoria das condições s para a prática do karaté e do ténis foram algumas preocupações levantadas durante o fórum, em que os clubes reclamam “apoio mais efectivo” da câmara municipal e das empresas.

A delegação da DGD em Santo Antão pretende, num futuro próximo, promover um fórum de âmbito regional para “trabalhar as soluções” para os problemas do desporto nesta ilha que, segundo Rildo Tavares, tem a ver, essencialmente, com a formação, a falta de recursos financeiros e com a qualidade dos espaços desportivos.

O presidente da Câmara Municipal do Porto Novo, Aníbal Fonseca, anunciou outros investimentos no desporto local, com particular incidência na infra-estruturação, além de um pavilhão coberto, que só devera começar a ser construído em 2019,

Até Dezembro estará pronto o polivalente em Ribeira da Cruz e, também ainda em 2017, a edilidade espera substituir a relva sintética do Estado Municipal do Porto Novo e arrelvar o campo de treinos de Chã de Itália, na cidade.

JM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos