Santo Antão: Desencravamento das localidades exige investimentos na ordem dos dois milhões de contos – primeiro-ministro

 

Porto Novo, 29 Jun (Inforpress) – O desencravamento de todas as localidades ainda isoladas em Santo Antão, que têm potencial económico, vai exigir do Governo investimentos na ordem dos dois milhões de contos, admitiu, esta quarta-feira, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

O chefe do Governo, que falava à imprensa no final de uma visita de uma semana a Santo Antão, informou que, por aquilo que pôde constatar, além da requalificação urbana, o desencravamento das localidades com potencial agrícola, pesqueiro e turístico, constitui um dos principais desafios que se colocam, neste momento, à esta ilha.

“No nosso programa do Governo, definimos como prioridade o desencravamento das localidades com potencial económico. Santo Antão tem muitas dessas zonas, mas infelizmente não podemos atacar todas as vias de penetração. Pelos nossos cálculos, teríamos que investir cerca de dois milhões de contos somente em Santo Antão”, sublinhou Ulisses Correia e Silva, que admitiu que o Governo não tem a disponibilidade financeira para tal.

Por isso, o executivo vai ter de “definir prioridades e ir executando os projectos através de programas plurianuais”, avançou o primeiro-ministro, que anunciou como uma das prioridades para Santo Antão a conclusão da estrada Para Tarrafal de Monte Trigo, projecto estimado em 400 mil contos, que já tem “aval positivo” do Banco Municipal, para o seu financiamento, ainda em 2017.

A requalificação urbana é outra prioridade para Santo Antão, avançou Ulisses Correia e Silva, um aposta do Governo para, em parceria com os municípios, tornar a ilha mais atractiva do ponto de vista turístico e melhorar a qualidade de vidas das populações.

O primeiro-ministro disse ter ficado “satisfeito” com a visita a Santo Antão, já que, além da concretização de várias acções, com destaque para a inauguração de algumas obras, constituiu, igualmente, uma oportunidade para se definir novas actividades para melhorar o futuro desta ilha.

Os autarcas realçaram a importância da visita do chefe do Governo a Santo Antão pelos resultados alcançados e pelos benefícios que trará para esta ilha.

“Tratou-se de uma visita bastante positiva pelos resultados alcançados e pelos benefícios que trará para Santo Antão”, notou o edil do Porto Novo, Aníbal Fonseca.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos