Santo Antão: Aniversário da parceria especial assinalado com visita do embaixador da UE a Monte Trigo

 

Porto Novo, 01 Jun (Inforpress) – O embaixador da União Europeia inicia hoje uma visita a Santo Antão, marcada por uma deslocação à comunidade de Monte Trigo, no Porto Novo, que acontece no quadro das comemorações do décimo aniversário da parceria especial Cabo Verde/UE.

José Manuel Pinto Teixeira, homenageado, esta sexta-feira, pela Associação dos Municípios de Santo Antão, desloca-se, sábado, de bote, a zona piscatória de Monte Trigo, onde vai “conferir o desenvolvimento” dessa comunidade, depois da implementação do projecto de electrificação local, com base em energia solar, financiado pela União Europeia (UE).

A central fotovoltaica do Monte Trigo, a primeira comunidade em Cabo Verde alimentada a 100 por cento (%) com energia solar, comemora, este ano, o quinto aniversário, celebrações às quais o diplomata da UE decidiu associar, para testemunhar “a importância das energias renováveis como uma das alavancas do desenvolvimento”.

Segundo uma nota da Câmara Municipal do Porto Novo, a visita do embaixador a Monte Trigo, com quase 300 habitantes, um dos povoados com maior nível de isolamento em Cabo Verde, visa “testemunhar” a importância das energias renováveis no processo de desenvolvimento, demonstrando os seus impactos incontornáveis na economia”.

A central fotovoltaica de Monte Trigo foi financiada, no quadro do Projecto SESAM-ER (exploração das energias renováveis para as zonas rurais), pela UE, tendo sido implementada por um consórcio de empresas especializado em energias renováveis, liderado pela Empresa Águas de Ponta Preta (APP).

Segundo Janina Cabral, representante da AAP, no Porto Novo, a central fotovoltaica de Monte Trigo celebra o quinto ano a funcionar “de forma ininterrupta, contínua e segura”, com os cerca de 300 habitantes a usufruírem da energia eléctrica durante 24 horas por dia.

O embaixador da UE em Cabo Verde aproveita a sua estada de três dias em Santo Antão para visitar algumas obras em curso no quadro do programa de emergência para esta ilha, financiado pela UE, em cerca de 750 mil contos.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos