Santo Antão: CRPN-SA considera Plano Natal e Fim de Ano satisfatório 

Ribeira Grande, 06 Jan (Inforpress) – O comandante regional da Polícia Nacional, em Santo Antão (CRPN-SA), José Brito Lima, considerou hoje que o plano Natal e Fim-de-Ano em segurança, que vigorou de 15 de Dezembro a 5 de Janeiro, foi satisfatório.

José Lima, que falava em conferência de imprensa, pontuou que o Comando Regional de Santo Antão levou a cabo um conjunto de operações policiais “devidamente” planeadas e também fizeram actividades de patrulhamento auto.

Das operações planeadas e materializadas o comandante asseverou que fizeram cerca de quatro centenas de revista a pessoas suspeitas na via pública, que resultaram na apreensão de quatro armas brancas e fizeram o varejo em 28 estabelecimentos comerciais.

“Um total de 58 cidadãos foram conduzidos à Esquadra para identificação e 28 foram detidos em flagrante delito”, salientou José Brito Lima frisando que o serviço de piquete atendeu 347 solicitações e nos hospitais 21 pessoas foram atendidas com casos de polícia.

Quanto ao trânsito rodoviário o CRPN-SA assegurou que fiscalizaram mais de 1.400 viaturas, apreenderam 14 por “diversas irregularidades”. Aprenderam ainda seis cartas de condução e realizaram vários testes de alcoolémia e foram aplicadas nove coimas por “transgressões” diversas.

A mesma fonte disse que em termos de sinistralidade, registaram 10 acidentes com quatro feridos ligeiros e um grave com danos matérias não “avultados”.

“Em termos de dados criminais, registamos 57, sendo 36 contra pessoas e 21 contra património”, disse José Brito Lima.

O CRPN-SA disse ainda que no âmbito do controlo do cumprimento das medidas restritivas da covid-19 fiscalizaram 1.181 estabelecimentos comerciais e abordaram 874 pessoas por violação do uso obrigatório de máscaras e em consequência aplicaram 28 coimas.

Em síntese o CRPN-SA considerou os resultados conseguidos como o cumprimento do plano satisfatório.

“Endereço uma palavra de agradecimento à população, pelo seu alto grau de civismo e pela forma ordeira como contribuíram para que assim fosse. Naturalmente, um reconhecimento às unidades operacionais e aos respectivos, pela total entrega com que abraçaram a causa”, finalizou José Brito Lima.

LFS/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos