Santo Antão: Criadores de gado beneficiam de projecto de melhoria de produção do queijo e derivados

 

Porto Novo, 30 Mai (Inforpress) – Criadores de gado no Porto Novo vão ser contemplados, ainda em 2017, com um projecto visando a melhoria da produção do queijo e derivados, já financiado em um milhar de contos, através do Programa de Luta contra a Pobreza.

O projecto, que se insere no quadro do Programa Oportunidades, uma das competentes do Programa de Luta contra a Pobreza, consiste, essencialmente, no reforço da capacidade do criadores de gado sobretudo das zonas Sul e Norte do Porto Novo, com vista à melhoria da qualidade do queijo e seus derivados.

Tanto na zona Sul, como na zona Norte do Porto Novo, o queijo produzido é considerado de “boa qualidade” pelos consumidores, mas os criadores vão poder, no âmbito deste projecto, ser melhor apetrechados com equipamentos que lhes permitam melhorar ainda mais a qualidade do produto.

Em Santo Antão, o agro-negócio é uma das áreas privilegiadas no quadro do programa Oportunidades que, além da melhoria de produção de queijos e derivados no Porto Novo, contempla ainda, de entre outros projectos, a instalação de uma unidade de transformação agro-alimentar e uma padaria, ambas em Ribeira Grande.

Até Dezembro, Santo Antão deverá beneficiar de um pacote de sete projectos ligados ao agro-negócio, estimados em quase 13 mil contos, cujo financiamento está assegurado através do programa Oportunidades.

Trata-se de projectos que vão beneficiar perto de um milhar de pessoas em situação de pobreza, em toda a ilha.

Ao todo, Santo Antão deve beneficiar, ao longo de 2017, no quadro desse programa, co-financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e pelo Governo de Cabo Verde, de 28 projectos visando a luta contra a pobreza, estimados em 74 mil contos, que abarcam agricultura, a pesca, a pecuária e a educação.

Entre 2014, ano em que se iniciou o programa Oportunidades nesta ilha, e 2016, Santo Antão recebeu 54 mil contos para a implementação de 79 projectos, visando o combate à pobreza.

Dados oficiais revelam que a pobreza tem estado a reduzir, nos últimos anos, em Santo Antão, graças, sobretudo, às acções implementadas no quadro do Programa de Luta contra a Pobreza.

Entre 2007 e 2015, no Paul, concelho com a maior taxa da pobreza em Santo Antão (45 %), este fenómeno reduziu nove por cento (%).

No Porto Novo, com uma taxa da pobreza de 42 por cento (%), verificou-se, nesse período, uma redução de apenas 01 por cento(%), enquanto Ribeira Grande, município santantonense com menor taxa da pobreza (36 %), registou-se uma redução de 12 por cento (%).

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos