Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Cooperação com Luxemburgo tem contribuído para o progresso da ilha em vários domínios – autarca

Porto Novo, 23 Jun (Inforpress) – O presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão, Aníbal Fonseca, destacou, terça-feira, no Porto Novo, a “extraordinária cooperação” que esta ilha mantém com o Luxemburgo e que tem contribuído para o progresso desta região em diferentes domínios.

Aníbal Fonseca, que falava, no Planalto Norte, no acto inaugural do projecto sobre turismo e comunidades de Santo Antão, financiado pela cooperação luxemburguesa, em 25 mil contos, explicou que “aquilo que esta ilha é, neste momento, e os progressos alcançados em vários domínios” deve-se ao apoio do Grão-ducado do Luxemburgo.

“Trata-se de uma longa tradição de cooperação com o Luxemburgo. Santo Antão deve aquilo que é hoje à extraordinária cooperação, ao longo de décadas, com o Grão-ducado do Luxemburgo”, notou o presidente da associação dos municípios desta ilha, enaltecendo o facto de esta cooperação ter contribuído para a “melhoria da qualidade de vida” dos santantonenses “em áreas relevantes”, como a saúde, a educação, a electrificação rural, água e saneamento.

Santo Antão, segundo o autarca, “agradece à cooperação luxemburguesa pelo contributo que tem dado ao processo de desenvolvimento” desta ilha, permitindo-a estar “num patamar de desenvolvimento mais avançado”.

O projecto sobre turismo e comunidades de Santo Antão é “mais um contributo” do Luxemburgo ao desenvolvimento dos três municípios santantonenses, adiantou Aníbal Fonseca, ressaltando o “impacto grande” desde investimento, que permite a ilha dispor, a partir de agora, de mais dez unidades turísticas ligadas ao alojamento e restauração.

A inauguração do projecto, que nasceu em 2018, no quadro do programa emprego e empregabilidade, financiado pela cooperação luxemburguesa, contou com a presença do encarregado de Negócios da Embaixada do Luxemburgo em Cabo Verde, Thomas Barbancey.

Thomas Barbancey exaltou o facto de este projecto ter resultado na “criação da rede de turismo e comunidades de Santo Antão”, integrada por dez empreendimentos turísticos, a qual visa “reforçar a oferta turística” nesta ilha, “disponibilizando um produto diferente, mais sustentável e promotor de impactos positivos” nas localidades.

Referiu-se ainda ao facto de este projecto poder contribuir, com a entrada em funcionamento das unidades turísticas, para a criação de cerca de 30 empregos directos, defendendo a sua multiplicação por outras ilhas do País.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos