Santo Antão: CEPTA vai ser operacionalizado ainda em 2017 e colocado ao serviço da formação profissional

 

Porto Novo, 21 Ago (Inforpress) – O Centro de Formação Profissional em Transformação Alimentar (CFPTA) de Santo Antão vai ser operacionalizado e colocado ao serviço da formação profissional, “um dos instrumentos” que o Governo pretende dinamizar nesta ilha, com vista ao desenvolvimento da região.

O CEPTA, agora gerido pela a Associação dos Municípios de Santo Antão (AMSA), na sequência de um protocolo assinado, em Junho, com o Governo, através do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), vai se encarregar, ainda a partir de 2017, de promover a formação profissional, desenhada para esta ilha.

Segundo a AMSA, com a operacionalização do CEPTA, que tem estado inoperante nos últimos tempos, Santo Antão vai fazer “uma forte aposta” na formação profissional virada para a realidade desta ilha, ou seja, a promoção de cursos nos domínios do turismo e de transformação dos produtos agro-pecuários.

O Governo, conforme avançou o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, durante a sua visita a Santo Antão, na semana passada, já definiu os três eixos em torno dos quais se deve processar o desenvolvimento económico desta ilha.

A construção do aeroporto, a certificação e exportação dos produtos agrícolas e a formação profissional são, segundo o primeiro-ministro, “os instrumentos” que estão sendo “colocados de pé” para “tirar” Santo Antão da “depressão de crescimento económico” em que se encontra.

Neste âmbito, o CEPTA, que se situa em Afonso Martinho, na Ribeira Grande, vai possibilitar ao Governo e aos municípios “focalizarem” Santo Antão na formação profissional, com a realização de cursos profissionais, sobretudo nos domínios do turismo, agricultura e pecuária, avançou o chefe do Governo.

Para os agricultores, o CFPTA poderá, igualmente, contribuir para minimizar o efeitos do embargo imposto, desde 1984, aos produtos agrícolas de Santo Antão, devido à praga dos mil-pés.

Segundo alguns agricultores, abordados pela Inforpress, esse centro, a funcionar em pleno, pode constituir uma oportunidade para que os produtos de Santo Antão, uma vez transformados, possam ser exportados para todo o arquipélago.

O CEPTA foi instalado em 2013, para promover a modernização do sector de produção agro-pecuária em Santo Antão com novas tecnologias e aperfeiçoar a qualidade dos produtos que chegam ao mercado, bem como melhorar os métodos de processamento de produto tradicionais, através de técnicas modernas.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos