Santo Antão: Associações Comunitárias do Planalto Leste vão produzir 12 mil plantas 

Ribeira Grande, 30 Nov (Inforpress) – Três associações comunitárias do Planalto Leste rubricaram hoje com o Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) um contrato para a produção de cerca de 12 mil plantas no âmbito do projecto de recuperação da área ardida em 2017.

Em declarações à Inforpress, o delegado do MAA na Ribeira Grande, Orlando Jesus Delgado, fez saber que cada associação vai produzir 4.177 plantas nomeadamente pinheiro, gravilha e cipreste.

Este investimento, segundo o responsável, está orçado em um milhão, duzentos e cinquenta e um mil escudos, que serão distribuídos pelas associações, que deverão iniciar as plantações “imediatamente”.

Orlando Delgado lembrou que no ano passado assinaram um contrato-programa semelhante com algumas associações para a produção de 10 mil plantas, mas que não atingiram o objectivo esperado. Neste sentido, pediu as associações para melhorarem os procedimentos com vista a atingirem a meta estipulada no contrato.

Por sua vez, o presidente da Associação Comunitária Ponta de Cinta, Vlademir Ramos, louvou a iniciativa dizendo que esperam continuar de “mãos dadas” com o MAA para o desenvolvimento das comunidades e também para a conservação do perímetro florestal do Planalto Leste.

“Espero que desta vez tenhamos menos ou nenhuma perda em relação ao projecto anterior. Reconhecemos que não atingimos a taxa de sucesso que era esperada, mas vamos nos empenhar e fazer o nosso melhor”, prometeu Valdemir Ramos.

LFS/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos