Santo Antão: Associação em Santa Isabel pretende transformar a escola local numa unidade turística

Porto Novo, 23 Dez (Inforpress) – Uma associação em Santa Isabel, na ilha de Santo Antão, pretende transformar a escola dessa localidade, encerrada, há três anos, devido ao êxodo rural, numa unidade para hospedar os turistas que visitam essa zona.

“Muitas famílias deixaram, nos últimos anos, Santa Isabel. Por isso, a escola está encerrada, há três anos, por falta de crianças. A ideia é reabilitá-la para, assim, poder hospedar os turistas que chegam à Santa Isabel”, informou a associação ““Ami Santa Isabel”, mentora do projecto.

Esta associação, segundo uma nota a que a Inforpress teve acesso, já propôs ao projecto de apoio ao micro empreendedorismo feminino, que está a ser implementado em Santo Antão, o financiamento das obras de remodelação da escola e sua transformação numa unidade turística.

Santa Isabel é uma comunidade agrícola situada na parte alta da ilha de Santo Antão, nas proximidades de Pico da Cruz, no Planalto Leste, com mais de uma centena de habitantes.

O isolamento, a seca, a falta de energia eléctrica são algumas razões que têm levado as pessoas a deixarem essa zona em direcção à cidade do Porto Novo e à ilha de São Vicente.

O projecto de apoio ao micro empreendedorismo feminino resultou de uma parceria entre as organizações não-governamentais Persone Come Noi Onlus (Itália) e Organização das Mulheres de Cabo Verde (OMCV) e conta com o financiamento da Agenzia Italiana per la Cooperazione allo Sviluppo.

O projecto, que além de Santo Antão, abrange ainda as ilhas de Santiago e Fogo, tem como propósito apoiar a capacidade de resiliência da população mais vulnerável, sobretudo das mulheres e jovens do meio rural, das ilhas abrangidas.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos