Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santo Antão: Amupal contemplada com 5000 contos para valorização do parque natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre

Porto Novo, 06 Out (Inforpress) – A Associação das Mulheres do Planalto Leste (Amupal), Santo Antão, foi contemplada com um financiamento de cerca de cinco mil contos para a valorização do parque natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre, nesta ilha, informou a presidente dessa associação.

Josefa Sousa explicou que o projecto, financiado através do Fundo do Ambiente, consiste na realização de várias acções a nível do ambiente e turismo, com vista à valorização desse parque natural, considerado o maior centro de biodiversidade de plantas endémicas em Cabo Verde.

Além de formações em matéria de valorização do pasto nas áreas de intervenção do parque, o projecto, que deve arrancar “dentro em breve”,  vai possibilitar ainda, de entre várias iniciativas, a criação de um posto de informação turística nesse parque e formação de guias turísticos locais.

Para Josefa Sousa, trata-se de mais um projecto que a Amupal pretende implementar no Planalto Leste visando proporcionar rendimentos às famílias desse planalto, designadamente as chefiadas por mulheres.

A Amupal, que congrega no seu seio cerca de quatro dezenas de mulheres, tem estado a mobilizar financiamentos para projectos que visam atenuar o desemprego que afecta as mulheres no Planalto Leste.

Através da cooperação Luxemburguesa, essa associação conseguiu financiamentos para o reforço dos equipamentos da unidade turística “Casa das Caldeiras”, em Águas das Caldeiras, e para a dinamização da unidade de transformação de frutas, nessa zona.

Os produtos transformados pela Amupal, como sendo doces, licores de eucalipto e de pigmenta rosa, compota de cenoura, laranja e de papaia dourada estão a ser comercializados em Santo Antão, devendo, em breve, começar a ser exportados para os mercados turísticos nacionais.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos