Santiago: Projecto faz diagnóstico social e de género em 14 localidades

Pedra Badejo, 09 Jul (Inforpress) – O projecto Reflor-CV inicia hoje os trabalhos de diagnóstico social e de género em 14 localidades da ilha de Santiago, de forma a traçar o perfil social e de género das comunidades abrangidas pelo programa.

Segundo um comunicado enviadas às redacções pelo programa da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) em Cabo Verde, a iniciativa permite obter dados que enformem a estratégia de integração do género e inclusão social do projecto Reforço da capacidade de adaptação e resiliência no sector florestal em Cabo Verde (REFLOR-CV) e estabelecer uma linha de base para se avaliar o seu impacto específico nas mulheres, homens e grupos mais vulneráveis das comunidades.

“O diagnóstico vai contribuir para a compreensão dos papéis das mulheres e dos homens enquanto utilizadores dos recursos florestais, em particular dos mais vulneráveis, das dinâmicas sociais de género em face ao acesso a recursos produtivos, serviços e instituições locais, e a capacidade de homens e mulheres das comunidades influenciarem na tomada de decisões e beneficiarem dos recursos naturais e das oportunidades económicas para melhorar o seu bem-estar individual e doméstico”, explica o documento.

Com base nisso, os promotores da iniciativa vão realizar encontros comunitários com os grupos focais em todas as comunidades abrangidas pelo projecto, a começar pela localidade de Longueira, em São Lourenço dos Órgãos.

Esses encontros serão realizados também nas ilhas de Boa Vista e do Fogo.

O projecto REFLOR-CV é uma iniciativa do Ministério da Agricultura e Ambiente, financiado pela União Europeia e executado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Tem como principal objectivo aumentar a resiliência e a capacidade de adaptação para enfrentar os riscos adicionais colocados pelas mudanças climáticas na desertificação e degradação da terra em Cabo Verde, garantindo uma abordagem participativa e sensível ao género.

WM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos