Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santiago: Professores bibliotecários terminaram hoje formação em técnicas e animação de leitura

Assomada, 30 Nov (Inforpress) – Vinte e sete professores bibliotecários dos nove municípios da ilha de Santiago terminaram hoje uma acção de capacitação em técnicas e animação de leitura, no âmbito da implementação de Bibliotecas Escolares em Cabo Verde.

A formação, que decorreu durante uma semana, no complexo Educativo Carlos Alberto Gonçalves, em Achada Leitão (São Salvador do Mundo), foi promovida pela Direcção Nacional da Educação, no âmbito do protocolo de cooperação existente o Ministério da Educação, Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e Camões -Instituto da Cooperação.

A acção formativa foi ministrada pela formadora portuguesa Bru Junça e pelos formadores cabo-verdianos Fátima Fernandes e Ricardino Rocha que trabalharam as temáticas leitura e suas técnicas, dramatização e escrita criativa, respectivamente.

Em declarações à Inforpress , no final da formação, que culminou hoje com a entrega dos certificados, a técnica da Direcção Nacional de Educação Neidina Moniz explicou que a acção formativa deveu-se à necessidade notada pelo Ministério da Educação de que os professores bibliotecários careciam de “mais técnicas”, sobretudo de leitura para que possam trabalhar com crianças da faixa etária dos 06 a 12 anos.

Por outro lado, Neidina Moniz lembrou que para além desta terceira acção formação, os mesmos 27 professores já receberam, igualmente, formação em “Gestão, Organização e Dinamização de Bibliotecas Escolares” e em “Informática”.

Entretanto, indicou que, ainda no âmbito do mesmo projecto prevê-se para próximo ano mais três acções de formação, cujos temas vão ser escolhidos mediante as necessidades dos professores bibliotecários.

Relativamente às bibliotecas escolares, informou que das nove, duas já foram inauguradas, ou seja, em Picos (São Salvador do Mundo) e Salineiro (Ribeira Grande de Santiago), assegurando que as outras sete vão abrir as portas no início do próximo ano, estando ainda prevista visitas de todos os professores bibliotecários a todas as bibliotecas.

Por seu turno, a professora/formanda Dulcilina Fernandes considerou a formação de uma semana de “mais-valia”, tendo destacado o facto de que a partir de agora vão estar “mais preparados” para ajudar os alunos a contar histórias através da leitura, a escrevê-las e a imaginá-las.

Por outro lado, a professora que trabalha na recém-inaugurada biblioteca escolar dos Picos reconheceu a necessidade de mais formações, apontando a catalogação de livros a “mais urgente”, para que possam fazer o maior controlo dos acervos, tendo em conta que os alunos levam os livros para a casa.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos