Santiago Norte: Situação de crianças em conflito com a lei em Santa Catarina preocupa ICCA (c/áudio)

Assomada, 01 Jun (Inforpress) – O delegado substituto do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA) em Santiago Norte manifestou hoje a preocupação com o surgimento de um pequeno grupo de crianças em conflito com a lei no município de Santa Catarina.

“Em Santa Catarina, neste momento, o que nos está a preocupar é o surgimento de um pequeno grupo de crianças em conflito com a lei. Temos registo de muitas crianças, que em vez de irem para a escola tendem a entrar no mundo do crime”, afirmou José Maria Varela, em entrevista à Inforpress, por ocasião do Dia Internacional da Criança, que se assinala hoje, 01 de Junho.

Sobre esta problemática, anunciou que está prevista uma mesa redonda para 29 de Junho, onde se vai discutir o papel do ICCCA, do Ministério Público e dos parceiros, visando combater esta problemática “pela raiz”, em Santiago Norte, e em particular em Santa Catarina.

Casos de abuso sexual e maus tratos contra crianças e adolescentes também continuam a deixar “preocupado” este responsável do ICCA em Santiago Norte.

Estas que se configuram como “as piores formas” de violação dos direitos dessa faixa etária, segundo ele, “sempre existiu”, mas, no entanto, notou, que actualmente há uma forma fácil de fazer denúncia.

Assim como a delinquência juvenil, José Maria Varela assegurou que o ICCA quer, igualmente, combater ou diminuir casos de abuso sexual, que considerou “uma coisa muito feia e triste”.

Conforme explicou, pelo facto de o abuso sexual ser um crime que acontece entre “quatro paredes” e na sua maioria no seio familiar, em que os casos são “encobertos”, muitas vezes os supostos violadores não são apanhados em flagrante delito.

Na ocasião, José Maria Varela pediu às pessoas para denunciarem casos de abusos sexuais, e avisou que quem não o fizer estará a omitir e a cometer crime.

“Temos a linha 8001020 e 132 que são gratuitas e que todas as pessoas devem denunciar, para que possamos cometer os casos de abuso sexual”, lembrou.

Negação de pensão de alimentos, registo nascimento são outras situações que preocupam o ICCA, apesar de terem registado uma redução em relação aos anos anteriores.

Para comemorar o Dia Internacional da Criança, em Santiago Norte, o ICCA, em parceria com as câmaras municipais e delegações do Ministério da Educação dos seis concelhos que compõem a região, tem programado para hoje a realização, em simultâneo, de um conjunto de actividades, nomeadamente pintura facial, animação com palhaços, pula-pula, animação cultural, demonstração de karaté e de ginástica rítmica, sorteios e brindes.

No entanto, destacam-se ainda a realização da gala final da 12ª edição do concurso musical infantil “Tudu Kriansa Kanta” (Toda a criança canta) em Santa Cruz, a partir das 17:00, na Praça dos Paços do Concelho, e da terceira edição “The Voice Kids”, no Tarrafal, a partir das 16:00, no Mercado do Artesanato e Cultura.

O ICCA ainda no âmbito de “Junho mês da criança” prevê realizar actividades por ocasião do Dia Internacional das Crianças Inocentes Vítimas de Agressão (04 de Junho), do Dia Internacional do Trabalho Infantil (12 de Junho), Dia das Crianças Africanas (16 de Junho) e Dia Internacional Contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas (26 de Junho).

FM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos