Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santiago Norte: Rede Parlamentar homenageia mulheres rurais de São Lourenço dos Órgãos

 

João Teves, 10 Mar (Inforpress) – A Rede de Mulheres Parlamentares Cabo-verdianas (RMPCV) homenageou hoje as mulheres rurais de São Lourenço dos Órgãos, pelo “contributo valioso” que têm dado ao desenvolvimento desse município do interior de Santiago e de Cabo Verde.

Em declarações à imprensa, a presidente da RMPCV, Lúcia Passos, justificou que esta homenagem, realizada no âmbito do “Março – mês da mulher”, foi uma forma encontrada para “agradecer e prestigiar” essas mulheres do mundo rural, que estiverem ligadas à criação de associações comunitárias, cultura, educação, saúde e política.

Lúcia Passos lembrou que este município foi pioneiro na colocação de uma mulher no Parlamento, depois de 1975, da localidade de Longueira.

Parafraseando o lema das Nações Unidas para o Dia Internacional da Mulher, a parlamentar afirmou que “agora é hora” de reconhecer todas as mulheres activistas rurais e urbanas que transformaram a vida das mulheres em todo o mundo, referindo as que mudaram a vida das suas comunidades e famílias, principalmente na educação dos seus filhos.

Por outro lado, a deputada destacou a contribuição dada por estas mulheres rurais na formação de quadros, que estão a contribuir no desenvolvimento de Cabo Verde, tendo apelado as mesmas a continuarem apostando na educação dos seus filhos.

Relativamente ao crime de Violência Baseada no Género (VBG), informou que este concelho do interior de Santiago é um dos que tem uma taxa baixa, por isso querem tomá-lo como modelo e partilhar com outros concelhos do país.

Nesse sentido, a parlamentar apelou às mulheres e homens a seguirem o exemplo desse município nesta matéria.

Mesmo sendo um “ano difícil”, face ao mau ano agrícola, já que o município vive da agricultura, a deputada disse acreditar que essas mulheres vão ultrapassar esta fase, tendo em conta que já estão a apostar em empreendedorismo como alternativa.

Paralelamente à actividade, realizada em parceria com a Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, ONU-Mulheres e Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade de Género (ICIEG), foi ministrada uma palestra sobre a questão do género, e apresentada a lei da paridade que vai ser apresenta ao Parlamento.

Entretanto, a autarquia vai dar continuidade às actividades nos próximos dias, com feira de saúde, feiras das potencialidades femininas, mini festival de batuque, uma marcha com todas as mulheres laurentinas (27 de Março, Dia da Mulher Cabo-verdiana), culminando no dia 31 com um jantar/convívio.

FM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos