Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santiago Norte: Grupo parlamentar do MpD ausculta agricultores de São Lourenço dos Órgãos

João Teves, 04 Mar (Inforpress) – O grupo parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD) reuniu-se hoje com agricultores de São Lourenço dos Órgãos para auscultar os “principais desafios” que o sector agrícola enfrenta diante da seca e da pandemia de covid-19.

No encontro alargado, que juntou agricultores de várias localidades desse município do interior de Santiago, na Escola Secundária Luciano Garcia, os homens do campo apontaram a falta de água para a rega, dificuldade na implementação da rega gota-a-gota e construção de reservatórios como “maiores problemas” do sector.

É nesse sentido, que a líder do grupo parlamentar do MpD, Joana Rosa, disse que agendaram este encontro para auscultarem tais problemas e desafios do sector agrícola nesse concelho, mas, também para anunciarem as medidas de políticas realizadas pelo Governo nos últimos anos.

A título de exemplo, apontou o programa de mitigação da seca, e entre outras acções do Executivo para reduzir as dificuldades dos agricultores, sobretudo, no que diz respeito ao acesso à água.

Sobre o problema de água, a deputada nacional não tem dúvida de que o mesmo só vai ser resolvido com a dessalinização de água, projecto que lembrou está em curso no município vizinho, Santa Cruz, e que segundo ela, vai chegar a São Lourenço dos Órgãos.
Não obstante as obrigações do Governo/Estado para com o sector e classe, Joana Rosa lembrou aos homens do campo das suas responsabilidades como parte beneficiada.

Na ocasião, lembrou que o Governo está a fazer forte investimento na rega gota-a-gota, referindo-se ao programa de subvenção de instalação do sistema de rega gota-a-gota, num montante de 120 mil contos, que prevê atingir 60 por cento (%) ou mais de penetração de rega gota-a-gota a nível nacional.

No âmbito dessa subvenção, cada agricultor a nível nacional vai beneficiar de um tecto máximo de 75 contos ou 2500 metros quadrados de terreno.

Por isso, apelou aos agricultores para aproveitarem tais medidas destinadas ao sector, tendo em conta que com o sistema de rega gota-a-gota vão gastar menos água e terem mais produção.

No encontro estiveram ainda presentes os delegados do Ministério da Agricultura e Ambiente de São Lourenço dos Órgãos e Santa Cruz, e o presidente da câmara, Carlos Vasconcelos.

FM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos