Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santiago Norte: Equipa norte-americana realiza mais de 200 consultas e 10 cirurgias no hospital regional

 

Assomada, 30 Mai (Inforpress) – Um grupo de médicos norte-americanos que integram o “Project Health for CV” realizou, durante uma semana, mais de 200 consultas e 10 cirurgias de urologia, uro-ginecologia e urologia-pediátrica no Hospital Regional Santa Rita Viera, em Santa Catarina.

A informação foi dada hoje à Inforpress, pelo director do hospital, Imadoêno Cabral, no final da sétima edição deste programa, que, mais uma vez, trouxe para os Hospitais de Santiago Norte e Agostinho Neto, na Cidade da Praia, uma equipa multidisciplinar nas áreas de urologia, uro-ginecologia, urologia-pediátrica e especialista em doenças infecciosas.

O responsável considera que a missão, desta organização não-governamental, além de “muito trabalho”, foi de “muita saúde e de grande satisfação” para aqueles que procuraram o Hospital durante uma semana. Por isso, espera que essa cooperação técnica continue para “o bem dos utentes da região”.

Para Imadoêno Cabral, uma vez que o Hospital Regional Santa Rita Viera não tem valência na área de urologia, e pelo facto da região Santiago Norte representar um terço da população do país e pela procura deste serviço, já se justifica a existência desta especialidade na região.

Segundo o médico Roger Lefevre, a ONG “Project Health CV Inc.” procura sempre responder as necessidades do Hospital nas áreas de oncologia, oncologia de ginecologia e urologia pediátrica.

Desde 2012 a participar nesta missão, Roger Lefevre disse ter constatado que os médicos do Hospital Santa Rita Viera têm ganhado experiências nesses tipos de cirurgias e que, mesmo depois do fim da missão, eles têm conseguido realizar várias cirurgias sozinhos.

O doutor Amos Adelowo, que desde a primeira missão tem realizado cirurgias em Santiago Norte, desta vez esteve a dar o seu contributo no Hospital Agostinho Neto, na Cidade da Praia.

Para este médico, foi uma “experiência maravilhosa”, porque conseguiram fazer dois tipos de operações que nunca tinham sido realizados em Cabo Verde, como estereoscopia e laparoscopia, “uma cirurgia que dá às mulheres oportunidade de fazer tratamento simples,  com menos dor e lhes permite ter uma recuperação rápida”.

Nesta missão, os médicos norte-americanos conseguiram fazer 11 estereoscopias, mas tiveram ainda oportunidade de fazer revisão de novas técnicas de operação com os médicos cabo-verdianos, informou.

Através da solidariedade de cabo-verdianos nos Estados Unidos, este programa conseguiu trazer para Cabo Verde equipamentos para a realização desses tipos de operações, que foram doados ao Hospital na Praia.

“Temos um grupo de médicos do hospital da Praia que está motivado a continuar esta jornada e tem sido um prazer trabalhar com eles. Esses médicos já sabem como manusear esses equipamentos e esperamos que continuem a fazer mais operações”, sublinhou.

O programa “Health for CV”, a  cada ano tem conseguido trazer mais médicos dos Estados Unidos   e enfermeiros e a ideia desta organização não governamental é alargar o projecto para outros hospitais de Cabo Verde.

AM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos