Santiago Norte: Director Nacional da PN destaca tranquilidade mas diz não estar satisfeito com resultados alcançados (c/áudio)

Assomada, 09 Jun (Inforpress) – O director nacional da Polícia Nacional (PN), Emanuel Estaline Moreno, destacou hoje a tranquilidade vivenciada em Santiago Norte a nível da segurança pública, mas diz ainda não estar satisfeito com os resultados alcançados.

O superintendente-geral fez estas considerações em declarações à imprensa, no final da sua visita de três dias às estruturas policiais da região de Santiago Norte, que culminou hoje em Assomada, Santa Catarina, com um encontro com os efectivos das seis esquadras policiais que compõem o Comando Regional de Santiago Norte (CRSN).

“Nós nunca estamos satisfeitos, mas, temos feito de tudo para que a situação continue a melhorar cada vez mais. Em termos de registo, vendo para os dados a situação é de tranquilidade”, respondeu Estaline Moreno quando questionado pelo jornalista da Inforpress se termina a sua missão satisfeito com o nível de segurança pública encontrado na região Santiago Norte.

Entretanto, não obstante os registos, com base nos dados anuais da PN de 2020/2021, o director nacional da PN informou que há uma indicação para diminuição das ocorrências, admitindo, no entanto, que há situação que carece de alguma atenção.

A este propósito, assegurou que a PN conjuntamente com as demais autoridades tem dado atenção necessária com o objectivo de devolver a tranquilidade aos cidadãos.

Em relação à situação de roubos, sobretudo com a vinda de outros elementos de outros concelhos para a zona Norte da ilha de Santiago, este responsável garantiu que a PN em parceria com outras autoridades tem feito um “bom trabalho” e tem conseguido enquadrar os delinquentes.

Sobre a diminuição do número de efectivos, Estaline Moreno justificou com a não realização de concursos de recrutamento, a questão da pandemia, a reforma de alguns efectivos, e garantiu que nos próximos tempos Santiago Norte contará com o aumento do número de efectivos.

É que, conforme anunciou para “breve” vão dar início a mais uma formação e recrutamento de mais 120 novos agentes.

Em termos de investimentos futuros para Santiago Norte, lembrou que, com o apoio da tutela e do próprio plano da PN, constam investimentos a nível de infra-estruturas, sobretudo para a construção de uma esquadra policial de raiz em Santa Cruz, e de outros meios visando reforçar a operacionalidade da PN nesta região.

A Esquadra Policial de Santa Cruz, conforme admitira, funciona num local “sem condições” para ser uma esquadra policial.

Por tudo isso, Moreno fez um balanço “positivo” da sua missão de três dias às estruturas da corporação policial na região de Santiago Norte e que integram o CRSN, com o objectivo de se inteirar da organização e funcionamento dos mesmos e do cumprimento das directivas e planos de actividades para o ano em curso.

“O balanço é francamente positivo pelo que vimos, não só pela manutenção de algumas unidades, criação de melhores condições de trabalho e alguns meios. Mas, obviamente nem tudo conseguimos por causa da situação que estamos a viver de crises, mas vamos ter que continuar com os esforços”, avaliou o director nacional da PN.

Relativamente ao encontro com os efectivos da PN, Estaline Moreno destacou a motivação encontrada no seio dos mesmos, não obstante, reconhecer que ainda falta mais por fazer, tendo reiterado o compromisso de se continuar com os esforços.

Emanuel Moreno, que se faz acompanhar do director nacional Adjunto para a Área Administrativa Operativa e de alguns outros dirigentes da PN, além de visitar as estruturas e reuniões com os efectivos do CRSN, manteve encontros com os autarcas e magistrados dos seis municípios que compõem a região Santiago Norte.

FM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos