Santiago Norte: Deputados do MpD reconhecem necessidade de se investir mais no desencravamento e em água

Achada Igreja, 03 Fev (Inforpress) – Os deputados do MpD pelo círculo eleitoral de Santiago Norte reconheceram hoje a necessidade de se investir mais no desencravamento das localidades e no abastecimento de água para que o turismo e outras activiaddes possam desenvolver-se na região.

“Se queremos desenvolver o turismo e outras actividades temos que apostar em Santiago Norte, sobretudo no desencravamento e no abastecimento de água”, notou o porta-voz dos parlamentares do Movimento para a Democracia (MpD, poder), José Eduardo Moreno.

O deputado falava à Inforpress, após uma visita de três dias à região Santiago Norte, iniciado esta terça-feira pelo município de São Lourenço dos Órgãos, seguido de São Miguel, que terminou hoje em São Salvador do Mundo, e teve em agenda o sector da saúde, com foco na campanha de vacinação contra a covid-19 e o desencravamento.

Conforme a mesma fonte, enquanto outras regiões estão a pensar em “grandes projectos”, Santiago Norte está a pedir apenas a resolução das “necessidades básicas”, ou seja, desencravamento das localidades e abastecimento de água.

Sobre o problema de água, adiantou que o mesmo vai estar resolvido em São Salvador do Mundo, com a entrada em funcionamento para breve da dessalinizadora de Ribeira da Barca, em Santa Catarina.

No sector da saúde, informou que constataram que, dos três municípios visitados, apenas São Salvador do Mundo tem a taxa vacinal inferior a 70 por cento, ou seja, abaixo da média nacional.

Entretanto, disse acreditar que a baixa taxa pode “não ser real” e poderá estar relacionada com outros factores, mormente a mobilidade de pessoas para Santa Catarina e Cidade da Praia, tendo estas sido vacinadas nesses concelhos.

“Apelamos à população de Santiago Norte, São Salvador do Mundo e de Cabo Verde, para aderirem à campanha de vacinação contra a covid-19. Com o aumento da taxa de vacinação vamos poder ter a retoma e de uma forma muito mais acelerada”, apelou José Eduardo Moreno.

Ainda no sector da saúde, além dos investimentos feitos pelo Governo desde 2016 a esta parte, a mesma fonte destacou a entrada em funcionamento do Centro de Saúde de São Lourenço dos Órgãos, elevado à categoria de Delegacia de Saúde, e a obra em fase de conclusão do Centro de Saúde/Delegacia de Saúde de Assomada, em Santa Catarina.

Por outro lado, considerou “crítica” a situação do Centro de Saúde dos Picos, em São Salvador do Mundo, que, segundo ele, se encontra “obsoleto” e não tem condições para dar respostas à demanda da população.

A este propósito, pediu ao Governo na pessoa do ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, para resolver esta situação construindo uma nova estrutura de saúde nesse município do interior de Santiago, que alberga 8.831 habitantes.

E tendo em conta que, segundo ele, muitas localidades de São Salvador do Mundo estão encravadas, pediu ainda uma ambulância nova e construção de novas unidades sanitárias de base (USB).

A nível de desencravamento, destacou a obra da estrada Ponte Ferro/Fundura, orçada em cerca de 156 mil contos e tem uma extensão de oito quilómetros (km).

No entanto, os deputados do MpD pediram ao Governo para fazer um “esforço financeiro” para prolongar esta estrada com mais 2,5 km, visando ligá-la à localidade de Leitãozinho, em São Salvador do Mundo.

Se tal acontecer, garantiram que se vai desencravar a localidade de Burbur, em São Salvador do Mundo, que consideraram “importante” e ainda permitir que se ganhe no factor distância e tempo.

Os parlamentares congratularam-se ainda com o andamento das obras de requalificação da orla marítima de Calheta de São Miguel, orçadas em 83 mil contos, que se enquadram no Eixo V do Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades do Ministério das Infra-estruturas, do Ordenamento do Território e da Habitação (MIOTH).

 FM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos