Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santiago Norte caminha para cifra de dez mil pessoas com pelo menos uma dose da vacina – director

Assomada, 11 Jul (Inforpress) – Um total de 9.744 pessoas dos seis municípios que compõem Região Santiago Norte já foi vacinada contra a covid-19 com pelo menos uma dose, o que equivale a 12 por cento (%) da população elegível.

A informação foi avançada hoje à Inforpress pelo director da Região Sanitária Santiago Norte (RSSN), João Baptista Semedo, que lembrou que há duas semanas a taxa estava em 8%.

Dos 76.688 da população elegível, ou seja, maiores de 18 anos, ao todo foram vacinadas 9744 pessoas, com 98 % dos profissionais de saúde já vacinados.

Por municípios, Santa Catarina que recebeu de quarta-feira, 07, a sábado, 10, 15 dos 35 profissionais de saúde que integram a equipa médica dos Países Baixos, que chegou na passada segunda-feira, 05, a Cabo Verde para reforçar a campanha de vacinação contra a covid-19, está a liderar no número de vacinas administradas, com 3.529, seguido de Santa Cruz com 2.124.

Segue-se o São Lourenço dos Órgãos com 1.390, Tarrafal com 1.139, São Miguel com 882, e São Salvador do Mundo com 680.

Quanto à segunda dose, Santa Catarina também está a liderar (568), seguido de Santa Cruz (322), São Miguel (144), São Lourenço dos Órgãos (104), Tarrafal (76), e São Salvador do Mundo (72), totalizando 1.286 pessoas.

Na ocasião, João Baptista Semedo informou que as equipas locais de vacinação em todos os seis municípios que compõem a região foram reforçadas com mais enfermeiros e registadores, assim como ‘tablets’ para a recolha de dados.

Em Santiago Norte todos as delegacias de Saúde que já têm um calendário de vacinação contra covid-19, que contempla deslocação às várias localidades durante este mês.

Daí o apelo à adesão da população, sobretudo das pessoas maiores de 18 anos, tendo em conta que, segundo as autoridades sanitárias, a vacinação vai evitar casos graves de contaminação e até mortes por covid-19.

A RSSN conta com cinco delegacias de saúde, um hospital regional e um centro de saúde (São Salvador do Mundo), que depende da Delegacia de Saúde de Santa Catarina.

Cabo Verde registou no sábado 41 novas infecções pelo novo coronavírus em no universo de 1.257 amostras e 56 recuperados, e passou a contar um total de 32.969 casos positivos acumulados.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde referente as amostras processadas na sexta-feira, 09, os 41 novos testados positivos foram diagnosticados nos concelhos da Praia (13), São Filipe (sete), Brava e Maio (quatro cada) e São Vicente (três).

Os municípios de Santa Catarina de Santiago, de São Miguel, de Santa  Cruz, dos Mosteiros, de Santa Catarina de Fogo, da Ribeira Grande, do Paul, do Porto Novo, da Ribeira Brava e do Tarrafal de São Nicolau registaram uma infecção cada.

Os 56 recuperados, de acordo com as autoridades sanitárias, são provenientes dos municípios de São Salvador do Mundo (12), do Maio (nove), da Praia, São Vicente e Brava (sete, cada), de Santa Catarina, do Porto Novo (cinco cada), Santa Cruz, Mosteiros com dois cada, seguida de Santa Catarina, São Miguel, São Filipe, Santa Catarina do Fogo e Paul com um cada.

O País passa a contabilizar 519 casos activos, 32141 recuperados, 289 óbitos, 11 óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total acumulado de 32.969 casos positivos.

O Ministério da Saúde reforça o apelo para que as pessoas cumpram o distanciamento social, usem máscara e pratiquem a higiene das mãos e demais recomendações das autoridades sanitárias, para evitar a propagação da covid-19.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 4.013.756 mortos em todo o mundo, resultantes de mais de 185,5 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente feito pela agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

FM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos