Santiago Norte: Bombeiros criam associação e prometem “luta titânica” contra “direitos violados” pelas autarquias

 

Assomada, 11 Nov (Inforpress) – Os bombeiros de Santiago Norte já têm uma associação que promete uma “luta titânica” contra os “direitos violados” pelos seis municípios que compõem esta região, segundo o vice-presidente José Eduardo Semedo.

“Todos os seis municípios de Santiago Norte (Santa Catarina, Tarrafal, São Miguel, Santa Cruz, São Lourenço dos Órgãos, São Salvador do Mundo) têm violados os direitos dos bombeiros”, denunciou o  vice-presidente do concelho directivo, José Eduardo Semedo.

O também membro dos bombeiros de Santa Catarina falava em declarações à Inforpress após o acto de tomada de posse de membros da organização, ora criada, que elegeu Arnaldo Évora como presidente concelho directivo, Salvador Varela, presidente da mesa de assembleia, e Ulisses Monteiro, presidente conselho fiscal.

Conforme explicou o porta-voz, esta violação dos direitos, a qual prometem “luta para pôr término”, tem gerado “algum desentendimento” entre a classe e os municípios, pelo facto dos mesmos lhes atribuir funções que não lhes diz respeito.

“Vamos lutar para a afirmação dos bombeiros (Santiago Norte) e juntamente com o Governo e os municípios para que tenhamos um estatuto para a nossa classe”, assegurou, lamentando o facto de ainda serem classificados como “bombeiros voluntários”.

O responsável, que afirmou que sem os bombeiros “que salvam vidas todos os dias” os municípios “não são nada”, pediu ainda “mais respeito para com a classe”, constituída na sua maioria por “jovens bombeiros”.

Mais meios humanos e materiais, mormente pessoais (uniformes e de protecção), que a classe carece de momento, e melhores condições de trabalho, apontou como outras prioridades desta “luta titânica” da Associação dos Bombeiros de Santiago Norte.

FM/AA

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos